Futebol/Copa Sul-americana - ( - Atualizado )

Em jogo duríssimo, Orión leva pedrada e Boca empata fora de casa

Rosário (Argentina)

Não foi fácil, mas o Boca Juniors conseguiu uma pequena vantagem no jogo de ida da Copa Sul-americana, no clássico argentino diante do Rosario Central. Mesmo em baixa, o tradicional time de Buenos Aires empatou em 1 a 1, fora de casa, no estádio Gigante Arroyto, e precisa de uma vitória simples para chegar às oitavas de finais da competição. O tento foi marcado por Leandro Marín, aos 37 minutos do primeiro tempo. Becker descontou no último minuto de jogo.

Guerreiro, o goleiro da seleção argentina Augustin Orión foi atingido por um projétil ainda no aquecimento, lançado pela torcida adversária, cortou a cabeça, mas seguiu firme e forte e ajudou sua equipe a assegurar a vitória durante os 90 minutos. Nos acréscimos, o arqueiro cedeu à pressão e levou o gol de empate.

O jogo – A primeira boa chance do Boca Juniors não tardou em chegar. Logo aos 11 minutos de jogo, Díaz chutou forte, mas muito centralizado e facilitou a defesa de Caranta. Aos 24, Chávez também soltou a bomba e assustou os donos da casa, a bola acabou saindo rente à trave direita do Rosario Central.

Se os companheiros não conseguiram converter as chances em gols, Leandro Marín estava lá para resolver esse problema. Aos 37 minutos do primeiro tempo, o jogador tentou achar Chávez na grande área, o avançado errou a cabeçada e confundiu o goleiro Caranta, que nada pôde fazer para evitar o gol da equipe de La Boca. Na sequência, Chávez ainda teve a chance de ampliar a vantagem, mas desperdiçou.

Na volta do intervalo, o Rosario Central se postou melhor em campo soube equilibrar a partida, que só não foi empatada graças às boas defesas de Orión. Com Loco Abreu em campo, a equipe da casa precisou dos acréscimos para igualar o marcador. Com 50 minutos de jogo, Becker cobrou falta na entrada da grande área e descontou.