Futebol/Copa do Brasil - ( - Atualizado )

Flamengo reverte a vantagem do Coxa, leva para os pênaltis e avança

Rio de Janeiro (RJ)

Heroico, o Flamengo se classificou para as quartas de final da Copa do Brasil, nesta quarta-feira, no Maracanã. Os rubro-negros fizeram 3 a 0 sobre o Coritiba no tempo normal e bateram os paranaenses na disputa de pênaltis. Com o resultado, os cariocas vão encarar na próxima fase o América-RN, que eliminou Fluminense e Atlético-PR na competição.

O Flamengo sofreu durante todo primeiro tempo com a boa marcação do Coritiba, mas conseguiu abrir o placar nos acréscimos, com Alecsandro, de pênalti. Na etapa final, os rubro-negros chegaram ao segundo gol após pênalti mal marcado pelo árbitro que Alcsandro converteu. Já o terceiro veio com o brasileiro naturalizado croata Eduardo da Silva.

Nas cobranças de pênaltis, Paulo Victor foi o herói do Flamengo ao defender duas cobranças. Além disso, viu outras duas penalidades irem na trave. No fim, o argentino Canteros converteu e garantiu a classificação rubro-negra.

O jogo - O Flamengo começou a partida tentando pressionar o Coritiba e quase abriu o placar logo com minutos. Paulinho escorou a bola de cabeça, mas Alecsandro errou a finalização. Os paranaenses não se intimidaram e responderam aos quatro. Norberto foi lançado na área, só que viu o zagueiro Chicão tirar o perigo.

Depois do início agitado, os visitantes melhoraram a marcação e passaram a impedir a criação de boas jogadas por parte do Flamengo. Apenas em bolas paradas, os rubro-negros chegavam próximos do gol de Vanderlei. Para piorar, até os 30 minutos, o técnico Vanderlei Luxemburgo precisou fazer duas substituições por lesões de flamenguistas. Luiz Antônio e Paulinho deram lugar a Leonardo Moura e Everton.

Flaimagem/Divulgação
Os comandados de Luxemburgo conseguiram uma enorme façanha no Maracanã (Crédito: Gilvan de Souza)
O panorama da partida não mudou até os acréscimos, quando o Flamengo conseguiu fazer o primeiro gol, aos 48 minutos. João Paulo foi derrubado por Zé Love na área e o árbitro marcou pênalti, convertido por Alecsandro. Assim, os rubro-negros foram para o intervalo esperançosos na classificação.

Na etapa final, os donos da casa foram para cima do Coritiba para buscar mais gols e tirar a desvantagem no placar agregado. O Flamengo chegou ao segundo gol aos 11 minutos, novamente de pênalti. João Paulo tentou o cruzamento e a bola bateu no braço de Norberto. O árbitro marcou pênalti, muito contestado pelos paranaenses, novamente convertido por Alecsandro.

O Coritiba não desanimou com o revés polêmico e quase diminuiu o marcador aos 18 minutos. Após cobrança de falta de Alex na área, Leandro Almeida apareceu, mas finalizou para fora. A resposta dos cariocas veio seis minutos depois, com Alecsandro, só que o atacante cabeceou em cima do goleiro Vanderlei.

Flaimagem/Divulgação
Nos pênaltis, Paulo Victor se tornou o herói rubro-negro garantindo a classificação (Crédito: Gilvan de Souza)
Quando parecia que os visitantes tinham equilibrado o confronto, o Flamengo chegou ao terceiro aos 35 minutos. Em contra-ataque rápido, Everton foi lançado pela esquerda e cruzou para Eduardo da Silva, que dominou e tocou para a rede.

Novamente, após o revés, o Coritiba foi para o ataque e quase fez o gol, aos 37 minutos. Zé Love foi lançado na área e finalizou colocado. No entanto, o goleiro Paulo Victor voou para espalmar e salvar os cariocas.

Nos minutos finais, as duas equipes passaram a ficar cautelosas. O Flamengo receoso de levar um gol e ser eliminado, assim como o Coritiba. Os donos da casa ainda desperdiçaram com Alecsandro. Assim, o confronto foi ser decidido nas cobranças de pênaltis.

Na disputa de penalidades máximas, os goleiros foram o destaque. Paulo Victor defendeu duas cobranças e viu outras duas irem na trave. Vanderlei defendeu três pênaltis de rubro-negros, mas não impediu Canteros de converter e garantir a classificação do Flamengo.