Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Furacão impede acesso da imprensa escrita na volta da torcida à Arena

Curitiba (PR)

A torcida do Atlético Paranaense reencontrará a Arena da Baixada nesta quarta-feira, na partida de volta da Copa do Brasil diante do América-RN, mas quem não puder comparecer, seja pela distância ou pelo valor cobrado pelos ingressos, terá mais dificuldade em ter acesso à informações sobre seu time do coração. A diretoria do Furacão proibiu a entrada de repórteres da imprensa escrita, seja de jornais ou de sites jornalísticos.

Na segunda-feira, o site oficial do clube indicou, como de costume, o prazo para credenciamento dos profissionais de imprensa, sem nenhuma restrição. Porém, no final da tarde desta terça-feira, os jornalistas, inclusive da Gazeta Esportiva.Net, receberam por e-mail a proibição, sem maiores explicações: “Não será permitido o acesso de repórteres de jornais e/ou mídias eletrônicas ao estádio. Atenciosamente, Clube Atlético Paranaense”.

A atitude é totalmente contrária à Lei 12.395, sancionada pela presidente Dilma Rousseff em 16 de março de 2011, garantindo o acesso dos profissionais que estão a serviço. “Os profissionais credenciados pelas Associações de Cronistas Esportivos quando em serviço têm acesso a praças, estádios e ginásios desportivos em todo o território nacional, obrigando-se a ocupar locais a eles reservados pelas respectivas entidades de administração do desporto”, diz claramente o texto.

Nos últimos anos, a diretoria do Atlético Paranaense já tomou outras medidas de restrição ao trabalho da imprensa, como impedir o acesso ao CT do Caju e a qualquer treinamento da equipe profissional, proibição de entrevistas com jogadores após as partidas, coletivas de imprensa apenas para o site oficial, além de negar o credenciamento para jogos, sem maiores justificativas. Dentro de campo, o time vem de uma sequência de maus resultados no Campeonato Brasileiro e, na Copa do Brasil precisará reverter uma derrota por 3 a 0 sofrida no jogo de ida, em Natal, contra o América-RN, time que atualmente ocupa a 15ª colocação na Série B.