Futebol/Copa Sul-americana - ( - Atualizado )

Inter deve encarar Bahia com time reserva na Sul-Americana

Porto Alegre (RS)

Longe de conseguir a vaga nas oitavas de final da Copa Sul-Americana, mas bem colocado no Campeonato Brasileiro, o Internacional não hesita em priorizar o certame nacional, deixando o torneio continental em segundo plano. Depois de levar 2 a 0 em casa do Bahia na partida de ida da primeira fase, o Colorado deve ir à Fonte Nova com um time reserva, preservando assim seus principais jogadores de enfrentar uma longa viagem e guardando forças para a rodada do fim de semana.

Ao todo, oito titulares devem ser poupados. Cláudio Winck e Wellington Silva, lesionados, darão lugar a Gilberto. Os outros são Juan, Fabrício, Willians, Aránguiz, D’Alessandro, Alex e Rafael Moura. Destaque diante do Palmeiras, Jorge Henrique sentiu dores na coxa na partida de sábado e realizou treinos específicos na academia. Dificilmente estará em campo na quinta-feira.

O treino comandado pelo técnico Abel Braga na tarde desta terça foi tático, e dividiu o grupo em três equipes. Assim, não houve esboço de uma escalação para a partida na Bahia. A tendência é que joguem Dida; Gilberto, Paulão, Ernando e Alan Ruschel; João Afonso, Wellington, Alan Patrick, Eduardo Sasha e Valdívia; Wellington Paulista.

Para se classificar, o Inter precisa vencer o Bahia por dois ou mais gols de diferença, desde que marque três tentos ou mais. Ganhando por 2 a 0, o Colorado força a decisão de pênaltis. Quem passar pega o Huachipato, do Chile, ou o Universidad de Quito, do Equador, nas oitavas de final da Copa Sul-Americana. Domingo, o desafio do Inter é o Figueirense, pelo Brasileiro, no Beira-Rio.

Divulgação
Abel Braga deve escalar o time reserva do Internacional para o confronto diante do Bahia, nesta quarta-feira