Futebol Internacional/Amistoso - ( - Atualizado )

Itália e Holanda duelam em jogo que marca estreia de técnicos

Bari (Itália)

Passadas as campanhas frustradas na Copa do Mundo do Brasil, Itália e Holanda se enfrentam em amistoso de preparação para a Euro 2016, nesta quinta-feira, a ser realizado em Bari, província localizada ao Sul da Itália. A partida marca a estreia de Antonio Conte, do lado italiano, e de Guus Hiddink, do lado holandês.

Após a eliminação precoce na fase de grupos do Mundial, os dirigentes da Azurra contrataram Conte – campeão italiano com a Juventus – para substituir Cesare Prandelli. As mudanças na equipe, a partir de uma nova forma de comandar, não demoraram a aparecer. Conte abriu mão de convocar dois dos principais atletas do elenco, o meia Pirlo e o atacante Balotelli.

Na primeira convocação, é possível perceber a intenção, por parte do comandante, de renovar o plantel. Dos atletas mais experientes, apenas Buffon e De Rossi estarão presentes no amistoso diante da Holanda. Os zagueiros Giorgio Chiellini e André Barzagli estão fora do confronto por conta de lesão e tais desfalques podem comprometer o sistema defensivo da Nazionale.

AFP
Em sua primeira convocação, Conte barra 'medalhões' e aposta na renovação do elenco italiano

O atacante Pablo Osvaldo também é ausência garantida, e para o seu lugar foi chamado o veterano Fabio Quagliarella, que nunca foi bem aproveitado por Conte na Juventus durante as três temporadas em que treinou a ‘Velha Senhora’. Entretanto, o treinador preferiu arriscar e contar com um jogador já conhecido do que convocar Balotelli, recentemente transferido ao Liverpool.

Já Guus Hiddink preferiu não alterar muito a convocação holandesa, com relação aos selecionados para a disputa da Copa do Mundo, e em sua primeira experiência à frente do time, aposta no entrosamento da equipe, que já está treinando junto há cerca de um ano.

Além de Robben, Sneijder e Van Persie, pilares da equipe, o treinador optou por trazer de volta outro atleta experiente: o meio-campista Rafael van der Vaart, cortado do Mundial após sofrer uma lesão atuando pelo Schalke 04, da Alemanha.

À exemplo do que aconteceu na Copa, a convocação da Holanda apresenta alguns jogadores que atuam no futebol nacional: quatro do Ajax, três do PSV e um do Feyernoord. No caso da Azurra, à exceção de quatro atletas, todos os integrantes do elenco disputam a Série A do Calccio.

AFP
Técnico mantém formação original do time, apostando na experiência de atletas como Robben e Van Persie