Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

"Não vim para recuperar um jogador", diz Enderson sobre Damião

Santos (SP)

Colocar Leandro Damião no banco de reservas pesou na demissão de Oswaldo de Oliveira, que deixou de ser técnico do Santos na última terça-feira. É com esta pressão de recuperar o centroavante, que custou R$ 42 milhões, que Enderson Moreira, no técnico do Peixe, chega ao clube.

“Não vim para cá recuperar um jogador. Tenho de fazer a equipe do Santos produzir bem. Acompanhei alguns jogos e a equipe produziu bem, tem de melhorar e conquistar os resultados”, avisou o treinador, que já trabalhou com o centroavante.

“Eu tive uma passagem com o Leandro Damião no Inter B. Sabemos do potencial dele. Como todos os atletas, passa por umas fases, umas dificuldades. Estou reencontrando o Leandro depois de quatro, cinco anos. O meu objetivo, como treinador, é sempre tirar o máximo de cada atleta, é o que me proponho a fazer diariamente”, disse Enderson.

Ricardo Saibun/Santos FC
Sem se firmar no Santos, Leandro Damião frequentemente é criticado pelos torcedores alvinegros
O treinador não revelou se colocará o atacante entre os titulares neste sábado, contra o Vitória, no Pacaembu. No último jogo, derrota por 1 a 0 para o Botafogo, Damião ficou no banco mesmo diante da ausência de Gabriel, convocado para a Seleção Brasileira sub-21.

“Ainda tenho o treinamento de amanhã (quinta) e sexta. Já tenho na minha cabeça (a escalação), mas ainda vou acompanhar os treinamentos para que possa ter mais convicção”, afirmou Enderson.