Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Presidente descarta reforços, mas afirma: "A sorte nos sorriu"

Goiânia (GO)

O Goiás venceu o Atlético Paranaense no último domingo, às 18h30, mas o presidente esmeraldino fez questão de ressaltar que o resultado final no Serra Dourada foi questão de sorte. Além disso, Sérgio Rassi também destacou que não fará loucuras para reforçar o elenco. O placar por 3 a 1 contra o Furacão quebrou uma sequência de seis derrotas seguidas no Campeonato Brasileiro.

Rassi demonstrou satisfação com os três pontos conquistados e pelo fim da série negativa, mas afirmou que o time não foi bem no segundo tempo e que os gols saíram graças ao atacante Erik, que estava inspirado e foi às redes três vezes. Segundo ele, o time jogou melhor em outros jogos, nos quais saiu derrotado.

“Até que enfim, a sorte nos sorriu um pouco. Vínhamos em algumas partidas perdendo pelo placar mínimo, com erros individuais e agora a sorte nos sorriu. Veja que foram três gols com a bola chorando para entrar no gol. Espero que essa fase ruim desapareça e que, com isso, a nossa torcida retorne ao estádio. Não há azar que perdure, nem tanta sorte que dure muito tempo, são coisas do futebol. Eu acho que fizemos apresentações melhores que essa e perdemos”, relatou o dirigente.

Divulgação/Goiás E.C.
Elenco esmeraldino não deve ser reforçado nessa temporada

O presidente também revelou que o atacante Erik recebeu proposta de aproximadamente R$ 1 milhão antes do início do campeonato, mas que a oferta foi recusada na esperança de que o atleta se valorize na Série A. A negociação poderia ajudar o cofre do Goiás, que atualmente impede o clube de buscar mais reforços nesta temporada.

“Eu também acho que nós precisamos de reforços, todo mundo acha, qualquer torcedor percebe isso, nós estamos precisando urgentemente de mais força ofensiva. O problema é que não temos condições financeiras pra isso, a menos que outra pessoa, que tenha mentalidade diferente da minha, assuma esse risco. Enquanto eu estiver com a caneta assinando, não farei loucuras. Volto a dizer e não adianta a torcida ficar brava: coloco meu cargo à disposição se alguém tiver mais força de investimento que eu”, declarou Rassi.

Na sequência da Série A do Campeonato Brasileiro, o Goiás viaja para Chapecó, em Santa Catarina, onde enfrenta a Chapecoense na Arena Condá. A partida será válida pela 19ª rodada (a última do primeiro turno) e acontece no sábado, às 21 horas.