Futebol - ( )

Romero trabalha para voltar a marcar e sonha com gol da classificação

São Paulo (SP)

Ángel Romero deixou uma boa impressão em seu início no Corinthians, marcando logo em sua estreia como titular. Ele não balança a rede desde aquele gol, há quase um mês e meio, e espera findar o jejum. De preferência, na próxima quarta, contra o Bragantino, no jogo pela vaga nas quartas de final da Copa do Brasil.

“É pressão, né?”, sorriu o paraguaio, ao ouvir pergunta sobre a seca. “Estou sempre trabalhando. Tive duas chances contra o Fluminense, mas, quando não é o dia... São coisas que acontecem, o atacante está sujeito a isto: marcar e perder gols. Mas nunca pode se cansar de trabalhar para melhorar o que errou na definição.”

Em um dos lances mencionados pelo camisa 11, o chute foi interceptado por um zagueiro em cima da linha. No outro, a bola que poderia ter dado a vitória ao Corinthians no estádio de Itaquera explodiu no travessão do goleiro Klever, levando ao desespero os torcedores.

Divulgação/Agência Corinthians
Romero lamentou muito quando seu chute foi interceptado em cima da linha (foto: Daniel Augusto Jr.)
“Creio que é sorte, porque chance eu tive para converter. Se o atacante não tem nenhuma chance, aí é que tem que estar preocupado. Não conseguir nenhuma chance é ruim. Oxalá na próxima partida eu volte a converter. Tenho gana de marcar e ajudar na classificação da equipe”, comentou.

Após uma queda de rendimento que lhe custou a posição de titular, Romero vem de uma boa partida. Ele assegura estar bem adaptado à cidade de São Paulo, embora ainda esteja em ajuste ao futebol brasileiro e não entenda os apelidos que lhe dão, como Maria Gadu. “Não. Explica para mim. Ah, é uma cantora?”