Futebol/Futebol Internacional - ( - Atualizado )

Técnico detona política do Marselha e revela ser contra chegada de Dória

Marselha (França)

O ex-botafoguense Dória mal chegou à França e já tem situação delicada a tratar com seu novo técnico. Recém-contratado pelo Olympique de Marselha, o zagueiro descobriu nesta quinta-feira que Marcelo Bielsa não deu aval para o acerto que lhe rendeu transferência para a Europa.

“Soube quando ele (Dória) foi aprovado nos exames médicos. Fui contra”, revela o treinador. “O Olympique não tem estrutura suficiente para avaliar as qualidades de um atleta que não atua na França. Não tive condições de opinar sobre essa contratação”, admite Bielsa, mostrando profundo descontentamento com a postura de seu time na janela de transferências.

A negociação por Dória teria custado 10 milhões de euros (cerca de R$ 30 milhões) aos cofres do Marselha, quantia paga pelos jogadores vendidos durante o verão europeu. O clube francês vendeu cinco jogadores, embolsando 15,4 milhões de euros (equivalente a R$ 46 milhões), mas a política no mercado frustrou o treinador argentino. “Nenhum jogador vendido foi minha decisão. O presidente me fez promessas que ele sabia que não cumpriria”, reclama Bielsa, que afirma que teria entendido se tivesse sido informado a tempo.

“Eu teria aceitado, mas soube da venda de Lucas Mendes no dia em que ele foi embora. Entreguei 12 opções de jogadores ao presidente e nenhum deles veio”, dispara, referindo-se ao zagueiro brasileiro transferido ao El-Jaish, do Catar. O Marselha ainda perdeu os atacantes Valbuena e Jordan Ayew, além do defensor Diawara e dos laterais Raspentino e Amalfitano.

Divulgação/Site Oficial
Zagueiro brasileiro trocou Botafogo pelo Olympique e terá que convencer novo treinador de seu potencial