Um clube de 113 anos

No aniversário de 77 anos da independência, em 7 de setembro de 1899, um alemão radicado em São Paulo, Hans Nobiling, fundou o Germânia, agremiação esportiva que faria história no Brasil. Durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), por determinação legal, foi preciso mudar o nome do clube, desde então chamado Esporte Clube Pinheiros.

Grandes atletas, de vários esportes, em várias épocas, passaram pela equipe. No atletismo, um deles foi Lúcio de Castro, finalista no salto com vara na Olimpíada de Los Angeles, em 1932. Quatro décadas depois brilharia João Carlos de Oliveira, bronze no triplo em Montreal, em 1976, e Moscou, em 1980, além de figurar como recordista mundial da prova por quase dez anos.

O clube obteve resultados importantes nas competições atléticas nas décadas de 1950 e 1960. A partir dos anos 1990, por algumas temporadas não teve maior destaque. Há alguns anos, porém, voltou a ter equipes competitivas no esporte base e foi vice-campeão do Troféu Brasil este ano. Entre outros nomes integram a equipe a campeã pan-americana da maratona em Guadalajara, Adriana Aparecida da Silva, e a finalista olímpica em Londres, e revelação do arremesso do peso, Geisa Arcanjo.

O clube teve e tem competidores importantes em vários esportes. Entre os mais conhecidos estão o são o nadador Manoel dos Santos, bronze nos 100 m nado livro nos Jogos Olímpicos de Roma, em 1960, e o judoca Rafael Silva (categoria acima de 100 kg), bronze este ano em Londres.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>