Gilberto Silvestre e Tatiele de Carvalho querem o bi na Copa Brasil de Cross Country

O ano do atletismo começa e termina tendo as provas rústicas como protagonistas. É assim em todo o mundo. Isto porque, com exceção de raros países, como Austrália e África do Sul, a grande maioria das federações nacionais segue o calendário europeu. Assim, as principais competições de campo e pista acontecem de maio a agosto. Em abril e setembro também ocorrem eventos, mas raramente ocorrem marcas importantes.

No Brasil, no último trimestre de cada ano, em geral os destaques são corridas como a da Pampulha em Belo Horizonte, a Corrida Pan-Americana no Rio de Janeiro e a São Silvestre, em São Paulo. E o ano começa com a Corrida de Reis de Cuiabá – e aqui falo das provas que têm o Permit da CBAt.

Os eventos, organizados diretamente pela Confederação Brasileira de Atletismo, e que abrem o calendário nacional, são os chamados “fora de estádio”. Este ano, mais uma vez, a competição inaugural é a Copa Brasil de Cross Country, pelo terceiro ano seguido marcado para a cidade de Rio Claro, na região paulista de Campinas.

As provas, para adultos, juvenis e menores, serão disputadas a 3 de fevereiro, no Parque Lago Azul. Duas atrações já foram anunciadas: os campeões de 2012, no adulto masculino (Gilberto Silvestre Lopes), e feminino (Tatiele Roberta de Carvalho). Eles ainda não estão inscritos, respectivamente pela Orcampi/Unimed e a Pé de Vento. Mas o Departamento Técnico da CBAt informa que as inscrições podem ser feitas até o domingo, dia 27.

A Copa Brasil é seletiva para o Sul-Americano da modalidade, na Argentina, que por sua vez garante aos campeões um lugar no Mundial de Cross Country, que será na Polônia.