Ney Franco, a dança dos técnicos e o treinador prestigiado

Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press

Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press

Pois não é que um jornal de Santa Catarina saiu com uma reportagem de título esclarecedor: “A dança dos técnicos”. Falava dos principais clubes do estado, que, nem terminou o primeiro trimestre, já trocaram sete treinadores no ano. O título era de citação recorrente no jornalismo esportivo impresso na década de 1970. Na seguinte, o uso proibido nas principais redações, mas um gaiato não perdia a chance de propor o tema em reuniões de pauta, para preocupação dos editores e boas gargalhadas dos demais.

Certamente o jornal que publicou a matéria, esta semana, deve ter usado o título com ironia. Mas, por falar em dança dos técnicos, parece que não é confortável a situação de Ney Franco, no São Paulo. Fiz uma rápida viagem e, na volta, leio que o ambiente é ruim no Morumbi. É verdade que, apesar da liderança no Estadual, a campanha do time não empolga na Taça Libertadores, que de fato é o que importa para os são-paulinos.

Mesmo assim, a situação está longe de ser desesperadora. Mas li até que entre os possíveis sucessores de Ney Franco estariam Dorival Júnior, Paulo Autuori e Mano Menezes. Aí vamos a um ponto, a meu ver, importante. Antes de começaram as especulações seria bom saber se o técnico do Tricolor “está prestigiado”. Houve um tempo em que esta era a senha para saber se um treinador em situação de “fritura” seria, mesmo, demitido. Quando um dirigente dizia que o profissional estava prestigiado, sabia-se logo que seus dias estavam contados.

O jogo do São Paulo de fato não agrada. Mas o que mudaria com a mudança de treinador. Dorival, Autuori e Mano são conhecidos, já fizeram bons trabalhos em diferentes equipes. Autuori foi bem no próprio São Paulo. Mas Ney Franco também tem um bom currículo. Parece, ainda, estar mais que provado que a manutenção do treinador por um longo período costuma, a médio prazo, dar bons resultados. No próprio Tricolor há provas disso, basta lembrar Telê Santana e, mais recentemente, Muricy Ramalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>