Brasil 2014 será o quintal de Lionel Messi?

Sempre disse que algo grave – gravíssimo – ou, como gosta um grande amigo, “urgente, urgentíssimo”, deveria ocorrer para que o futebol brasileiro mergulhasse no poço profundo, nas mais tenra desgraça e, pelo visto, está tudo se desenhando de forma clara. Basta tirar um pouco a areia do fanatismo que cega pela paixão e observar os fatos.
Além de um treinador ultrapassado e que recentemente rebaixou o Palmeiras para 2a. divisão – temos uma time recheado de jogadores inexperientes – tecnicamente, no âmbito nacional, excelentes, mas no contexto internacional, jogadores comuns ou bons. Mesclado a isso, atletas que demonstram pouca disposição e motivação para disputar mais um Mundial. O time não tem cara, é desprovido de identidade e, novamente, uma imensa colcha de retalhos humanos está se formando – e, vale dizer, sem super visão psicológica alguma. Eventualmente, a elaboração de um ou outro perfil mapeado e nada mais.
O Parreira gosta do trabalho dos motivadores – pessoas que montam videos motivacionais de alto impacto sem, ao menos, ter a certeza e conhecimento das demandas que as próprias imagens mobilizam.

Neymar agora deu para reclamar. Ontem soltou o verbo, revoltado pelo fato do Santos aceitar o jogo contra o Paulista de Jundiaí, no Pacaembu, em pleno domingo de carnaval. Onde já se viu? o garoto ganha mais de dois milhões de reais por mês e ainda tem a ousadia de vir a público cornetar a instituição que defende. Aliás, com este comportamento, vai ter problemas no exterior. Este menino vai penar no Mundial – falta experiência internacional a ele – aprender a sair das faltas dos ingleses, alemães, franceses, italianos e holandeses. Jogar o Paulistão e dar balão no centroavante do Botafogo de Ribeirão me parece mais fácil que encarar o Lampard em seu pescoço.

Com tudo isso, amigos, é bom começarmos a nos preparar para o pior – e o que poderia ser pior que a Argentina levantando o Mundial em nosso país? Aliás, com a bola que o Messi está jogando, não será surpresa se isso acontecer. Muita gente vai detestar esta possibilidade. E não é para menos. Por outro lado, vejo apenas esta chance única para que uma mudança brusca, radical, densa e profunda ocorra no nosso futebol. Ainda que, na visão de alguns, esta Copa já é do Brasil – por motivos que não são passíveis de explicações públicas.
O mais absurdo de tudo isso é ver tanto dinheiro sendo enterrado no futebol e tantas modalidades – recheadas de atletas fabulosos no Brasil – sofrendo pela mais total e completa ausência de patrocínio.

Dizem que “somos o país dos contrastes” – sei não. Acho que já mudamos nosso status para “o país dos absurdos”! O maior de todos, muito possivelmente, será a festa de Messi no nosso quintal.

7 comentários em “Brasil 2014 será o quintal de Lionel Messi?

  1. É provável que a seleção Argentina,apesar de Messi e alguns outros
    bons jogadores,seja formada também como uma cocha de retalhos,e reside aí nossa esperança de não ver esta turma ganhar a Copa em
    nossa casa.
    É provável também que a Copa de 2014 já esteja “homologada” para o
    Brasil,e reside aí nossa única esperança,apesar de ser pela porta
    dos fundos e de mãos dadas com nossos políticos,para transmitirmos ao mundo uma imagem homogênea entre o futebol e a política.
    Poucos falam antes como você para prevenir e advertir,milhares falarão depois com o choro odioso e lamentável do fracasso.

    • é isso aí !!!! o choro, depois, é fácil.
      tentar alguma coisa antes é difícil e ninguém – sequer – arrisca.
      Muito triste, mas faz parte do mercado, do triste espetáculo que o futebol virou para os amantes deste esporte

  2. “Com tudo isso, amigos, é bom começarmos a nos preparar para o pior – e o que poderia ser pior que a Argentina levantando o Mundial em nosso país?”
    …kkkk..caro Cozac vc e’ o Messi da sua sua a’rea,simplesmente inmessionante!!…posso postar no face??..
    Abs!

    Pablo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>