Contra o cai-cai

Bristol (EUA) – David Stern, o chefão da NBA, já avisou que a Liga este ano vai tomar providências contra jogadores que caem demais na quadra. Seu sobrenome significa “severo”, mas David Stern disse que a princípio a NBA vai agir “suavemente”. Não haverá providências dos juízes durante os jogos, mas, depois deles, possíveis incidentes de simulações serão revistas nos tapes das partidas.

A impressão é que inicialmente os jogadores serão apenas advertidos. Depois virão as multas e suspensões. David Stern quer dar aos jogadores uma oportunidade de abandonarem a prática de simulações por conta própria.

Enquanto isto acontece no basquete americano, no futebol inglês a discussão é saber se os jogadores nativos são beneficiados pelas arbitragens, em detrimento dos estrangeiros.

O argentino Sérgio Aguero, do Manchester City, acha que sim e aponta o uruguaio Luis Suáres, do Liverpool, como uma das maiores vítimas.

- É muito difícil os juízes ingleses decidirem que o Suárez sofreu um pênalti- disse Aguero. Em geral, os juízes mandam seguir e às vezes ainda lhe dão um cartão amarelo, por  achar  que ele se jogou.

Sérgio Aguero diz que ele mesmo muitas vezes é vítima, assim como seu compatriota Carlos Tévez.

Já Sir Alex Ferguson, técnico do Manchester United, tem opinião totalmnte contrária.

- Os estrangeiros gostam mesmo de simular pênaltis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>