O triathlon no Brasil

Whitianga (Nova Zelândia) – Trinta anos depois de sua implantação no Brasil, por que o nosso  triathlon não produz campeões  em nível internacional? No Rio de Janeiro, berço do triathon em nosso país, o crescimento da cidade tirou locais naturais de treinamento, como a Avenida Sernambetiba, Vargem Grande, a subida da Grota Funda e a estrada até Guaratiba, onde gerações anteriores treinavam.

O ideal seria  que aparecessem centros de treinamento de triathlon em cidades menores, para natação, ciclismo e corrida, embora o Rio continue com condições naturais para ótimas provas de triathlon, sobretudo se as autoridades levarem mesmo a cabo o projeto de despoluição da Baía de Guanarabara.

Quanto a formação de novos triatletas, posso falar um pouco dos Estados Unidos, onde moro. Há, antes de mais nada, um grande número de triathlons infantis, onde começam a aparecer garotos e garotas com dez anos de idade e até menos.

Muitos vem da natação, Outros  começam a praticar atletismo, como cross-country, já nas Upper Elemantay Schools, Middle Shools e High Schools. Há muita atividade ciclística ainda de maneira informal, como mountain-biking e e bmx (creio que no Brasil dizem bici-cross).

A base de todo esporte nos Estados Unidos é o sistema escolar, com campeonatos de futebol (soccer), basquete, atletismo, cross-country, natação, voleibol, hóquei, lacrosse  e outros, prolongando-se pelas faculdades, onde já existem equipes de triathlon. A Universidade de Connecticutl, por exemplo, famosa por suas equipes de basquete masculina e feminina, tem também uma equipe de triathlon, com treinadores e todo o apoio necessário.

O triathlon no Brasil cresceu, mas está longe de acompanhar o desenvolvimento de centros como os Estados Unidos, Austrália, países europeus e até a pequena Nova Zelândia, palco do recente Campeonato Mundial e que já no início da temporada do próximo ano estará com uma prova no Circuito da Federação Internacional.

Minha mulher, Dawn Werneck, ganhou uma das duas únicas medalhas de ouro para o Brasil no Campeonato Mundial de Beijing, no ano passado, e a única medalha de ouro no Campeonato Mundial de Auckland, este ano. Mas nosso triathlon precisa descobrir e criar as novas gerações

6 comentários em “O triathlon no Brasil

  1. O que se precisa é humildade para muitos técnicos brasileiros.Precisa se fazer intercâmbio com treinadores especializados principalmente dos EUA, Austrália e Alemanha.Investir em suas carreiras fazendo aperfeiçoamento no exterior, todos que foram por este caminho evoluíram e conseguiram grandes resultados.A ginástica Olímpica e natação colheram os frutos por pedir ajuda de fora, mas para isso precisa de HUMILDADE.Sr. Werneck caso queira assistir ao Ironman Hawaii 2012 pelo Youtube é só acessar:
    http://www.youtube.com/watch?v=gge7Ag__Pm8&feature=g-all-u

  2. Pingback: truth about abs

  3. Pingback: truth about abs review

  4. Pingback: truth about six pack abs review

  5. Pingback: youtube

  6. Pingback: best ab workouts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>