Parabéns a Murray e a Federer

Bristol (EUA) – Parabéns ao escocês Andy Murray e ao suíço Roger Federer, que tiveram a coragem de vir a público e mostrar que o rei está nu na Federação Internacional de Tênis.

Por que? Porque a Federação Internacional de Tênis (ITF) realizou apenas 21 testes anti-doping “fora de competição” durante a temporada de 2011.

Comparem isto com o número de testes “fora de competição” realizados pela UCI, a mui justamente criticada Federação International de Cicismo (UCI), na mesma temporada: 3.314.

Os  testes “fora de competição”,  sem aviso prévio,  são exatamente aqueles que pegam os infratores, os ciclistas ou jogadores, que se dopam.

Ao realizar apenas 21 testes durante todo o ano de 2011, a Federação Internacional de Tênis está mandando subliminarmente a mensagem de que o doping não é problema em seus domínios.

Mas é.

O doping é problema em todos os esportes, sem uma única exceção.

Murray e Federer, com a autoridade de seus títulos, estão exigindo mais seriedade da Federação Internacional de Tênis.

Federer disse “eu quero ser mais testado fora de competição, por que não me testam?”.

É uma forma inequívoca de dizer: “os outros precisam ser testados também”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>