Palpite infeliz

AFP

AFP

Bristol (EUA) – Neymar ainda não está na lista de finalistas da FIFA para ser o melhor do mundo porque ainda não merece. Pode ser  que venha a merecer, mas acho que sua ausência não se deve ao fato de jogar no Brasil, como argumentou o presidente da FIFA, Joseph Blatter, apoiado por Ronaldo, agente de Neymar. Os jornalistas, técnicos e capitães de seleções têm discernimento suficiente para colocar Neymar entre os três melhores do mundo quando ele realmente o merecer.

Pelé só foi jogar no exterior, nos Estados Unidos,  em fim de carreira. Para todos os efeitos, toda a sua vida de jogador foi no Santos e mesmo assim era unanimemente considerado o melhor jogador do mundo. Ninguém na Europa duvidada disto, pois ele era visto com o Santos e com a Seleção Brasileira  - e se impunha.

Joseph Blatter deu um palpite infeliz, ao  defender de público a tese de que Neymar deve ir para a Europa. Acho que o Santos deveria protestar contra suas palavras, que podem ser interpretadas como um induzimento.

Ronaldo fala como agente de Neymar, mas, como membro do Comitê Organizador da Copa do Mundo, no Brasil, deveria também se abster de esvaziar o nosso futebol.

4 comentários em “Palpite infeliz

  1. Jose Inácio me desculpa mas foi opinião dele, nao vejo necessidade do santos protestar.
    Neymar eh sim um excelente jogador, mas infelizmente nosso Fubebol Brasileiro esta uma lacuna desde a aposentadoria de Ronaldo, cafu,Rai,César Sampaio entre outros.
    O Neymar estar carregando um peso desnecessário, e o Santos vai pagar muito caro por isso, claro que salário dele é pago por empresas, mas o time é muito dependente dele nos gramados.
    Acho sim que o Neymar na Europa especificamente na Inglaterra ou Espanha seria muito importante para ele aprender a ter disciplina e se tornar ainda mais um excepcional jogador.

  2. Na boa comentarista…deixa de ser pacheco…Convenhamos que o mundo ta um lugar muuuuuuuuuuuuuito chato…tudo tem de ser politicamente correto! O Blatter mentiu?!?!? Onde estão os melhores jogadores do planeta? No SPFC, CBForinthias, no Gremio? Não! na europa…agora me diga com o cerebro e não como blogueiro tendencioso…Como o neymar vai ser o melhor jogando contra rever, toloi, chicão, paulinho ou outras porcarias dessas?!?! Quero ver ele deitar e rolar no Canavarro, Pirlo, Terry e outros muitos que jogam o melhor futebol do mundo…vide o mundial que o Neymar nem apareceu perto da area…a imprensa brasileira é apelativa e ultrancionalista…Odeio o Ronaldo, acho que ele queimou sua historia ao se envolver com o time mais sujo nos bastidores do mundo, mas ele o Blatter falaram PURA E SIMPLESMENTE A VERDADE! E CONTRA A VERDADE NÃO HÁ ARGUMENTOS!

  3. pois é, werneck sam, desde o inicio dos anos 80, que começou a debandada de nosso craques pro exterior, e nao parou mais, eu ficava louco cada vez que um grande jogador ia pra fora, nos anos 90 piorou, no inico do sec. 21 idem, a´te que ossa economia deu salto extratoferico e ja somos a sexta economia do mundo e nosso futebol se fortaleceu muito e seguramos nossos craques agora por aqui e muitos estao voltando, me vem um bando de fuinhas e pior, brasileiors, querendo nossos craques la fora, camabada mesmo, isso é interesse em negocios propios, isso sim, eu como legitimo brasileiro, quero o melhor que fique em nossas terras, nossas riquezas pra nós e nao pros gringos falidos da europa, eles que acomapnhem pela tv, se quiserem, arrogantes que sao, agora o duro é ver brasileiros uqerendo nossso tesouro la fora, quanto mais craques em nosso futebol , melhor pra nós, podermos assistirmos a grande jogos em nossas terras, e nosso futebol coisa que a europa toda nao consegeu ter, eles precisam deseperadamente do nosso futebol por isso esse looby desesperado pro nossos jogadores irem, pra l á, mas esquecem que nossos craques ganham até mais do lá, ahahahaha tem de engolir isso seu joseph blater babacao, ja era euorpa , ja foi…

  4. Acho que cabe a cada jogador gerir a sua profissão. Se o sujeito achar que valerá a pena jogar lá fora, a decisão é pessoal dele, ninguém tem nada a ver com isso. Lá fora, aliás, vem com uma vantagem embutida: aprende-se a ter disciplina, algo tão em falta por aqui. E se o cara for bom – e houver um técnico com bons olhos -, ele estará na seleção defendendo “sua pátria”. Por mim bastaria isso para satisfazer a sanha nacionalista de alguns.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>