Veja os melhores momentos e bastidores do GLORY 15 Istambul

Gohkan Saki é o novo campeão peso meio pesado do GLORY e fatura mais de 400 mil reais - Divulgação GLORY/James Law

Gohkan Saki é o novo campeão peso meio pesado do GLORY e fatura mais de 400 mil reais – Divulgação GLORY/James Law

 

O GLORY, maior evento de kickboxing do mundo divulgou os melhores momentos de sua décima quinta edição que aconteceu neste mês, na Turquia.

Com três brasileiros na edição, veja os bastidores da edição que consagrou o turco Gohkan Saki como o novo campeão meio pesado do evento.

O GLORY retorna no dia 3 de maio com a edição 16 que tem participação brasileira de Anderson “Braddock” Silva que enfrenta o perigoso russo Sergey Kharitonov.

 

Veja os melhores momentos e bastidores do GLORY 15 Istambul:

Dana White acredita que luta com Sonnen deve ser a última de Wand em sua carreira: Acho que ele pensa que é o último!

Presidente do UFC pensa que Wanderlei vai fazer último combate da carreira  - Divulgação UFC/Josh Hedges

Presidente do UFC pensa que Wanderlei vai fazer último combate da carreira – Divulgação UFC/Josh Hedges

 

O Presidente do UFC, Dana White revelou que acredita que um dos maiores ídolos do país no MMA, o brasileiro Wanderlei Silva pode estar próximo da aposentadoria.

Em conversa com os jornalistas após a coletiva de imprensa do UFC nesta última quinta feira nos Estados Unidos, Dana acredita que o combate de Wanderlei com Sonnen pode ser o último do brasileiro no MMA.

“Última luta do Wanderlei? É bem provável.

Eu não posso falar por ele mas eu acho que ele olha para essa luta como se fosse o último combate de sua carreira.” disse o Presidente que voltou a criticar as pessoas que acreditam que a briga entre Sonnen e Wanderlei tenha sido armada.

“Todos nós sabíamos que essa luta teria que ser removida do evento, especialmente pelos motivos que nos levaram a tirar essa luta do Brasil. Muitas pessoas disseram que a briga foi ensaiada, que era mentira, não tem nada disso. Quem dera eu que tivesse sido mentira.” lamentou.

O combate de Wanderlei Silva e Chael Sonnen foi retirado do TUF Brasil Finale que acontece em São Paulo, no dia 31 de maio e foi substituído pelo combate de Júnior Cigano contra o americano Stipe Miocic.

O duelo foi adiado para o UFC 175 que acontece nos Estados Unidos, dia 5 de julho.

 

Lutadores brigaram em gravações e Wanderlei se machucou - Divulgação UFC

Lutadores brigaram em gravações e Wanderlei se machucou – Divulgação UFC

Grandes nomes do esporte, Ricardo Libório e Bebeo Duarte analisam edição do UFC on FOX 11

Bebeo Duarte (esquerda) e Ricardo Libório analisam edição do UFC deste sábado - Divulgação MMA Experience

Bebeo Duarte (esquerda) e Ricardo Libório analisam edição do UFC deste sábado – Divulgação MMA Experience

 

Ícones do MMA mundial, Ricardo Libório e Bebeo Duarte são dois dos grandes nomes que ajudaram a difundir a modalidade em todo o planeta. Pupilos de Carlson Gracie, considerado por muitos o maior treinador de jiu-jitsu da história, eles são bons exemplos de atletas que deram seguimento a carreira dentro das artes marciais. Enquanto Libório é um dos líderes da American Top Team (ATT), Bebeo é reconhecido por seu trabalho à frente da produção executiva do Jungle Fight.

 

Juntos nos Estados Unidos, onde participam das ações da produtora MMA Experience, os ex-lutadores comentaram sobre a participação dos atletas brasileiros escalados para o UFC on FOX 11, marcado para este sábado (19), em Orlando (EUA).

 

Responsável pela preparação de Thiago Pitbull e Caio Monstro na ATT, Ricardo Libório se mostra otimista na participação dos seus comandados e destaca o retorno de Pitbull, que não entrava no octógono do UFC desde março de 2012.

 

“Destaco o Caio Monstro e o Thiago Pitbull, já que pude acompanhar os treinamentos deles dois. São dois atletas importantíssimos. O Thiago teve muitos momentos difíceis nos últimos anos, mas treinou bem, teve um ótimo camp e está preparado para voltar bem. Ele sempre vai estar entre os 10 primeiros da categoria, já que tem um estilo de jogo que todos gostam. O Caio é outro cara que vem em ascensão e também confio bastante em um resultado positivo”, analisou

 

Há 13 anos morando nos Estados Unidos, Libório não esquece suas raízes brasileiras e aposta no sucesso dos seis compatriotas que estarão em ação no maior evento de MMA do mundo. Apesar da esperança pelos resultados positivos, ele fez questão de lembrar que o duelo mais complicado da noite será entre Fabricio Werdum e Travis Browne.

 

“Todos as lutas serão complicadas, mas estou muito confiante na capacidade dos brasileiros. Acho luta do Werdum será a maior pedreira da noite. É um combate que está sendo muito aguardada por todos. É muito difícil cravar um resultado em um duelo tão equilibrado. Acho que vai ser uma luta bem parelha, com 50% para cada lado. Estou aguardando um grande duelo”, concluiu o faixa preta de jiu-jitsu e judô.

 

Na mesma linha do amigo e ex-companheiro de treinamentos, Bebeo Duarte também mostra entusiasmo ao falar dos lutadores apontados para representar o Brasil, mas também ressalta a qualidade dos adversários.

 

“Acho que vai ser um grande evento com lutas muito interessantes. Acredito que o duelo do Werdum será o mais complicado, já que vale uma disputa de cinturão. Outra luta que merece destaque é a do Edson Barboza contra o Cerrone. Vai ser importante assistir a evolução do brasileiro como lutador de MMA, ele vai precisar estar atento na defesa de quedas e mostrar que evoluiu seu jogo de chão.

O duelo do Rafael dos Anjos também será uma pedreira, o Nurmagumedov é um excelente lutador. Fico na torcida pelo brasileiro, mas não será fácil. Para encerrar, quero muito assistir ao retorno do Thiago Pitbull. Vai ser interessante ver como ele se porta voltando de tanto tempo parado”, disse um dos mais renomados faixas preta do jiu-jitsu internacional.

Pronto para UFC em Orlando, Hernani Perpétuo confia em trocação para vencer neste sábado: Estou focado!

Lutador representa o evento Shooto Brasil no UFC - Divulgação Shooto

Lutador representa o evento Shooto Brasil no UFC – Divulgação Shooto

 

Oito meses após sagrar-se campeão mundial do Shooto, vencendo uma intensa batalha de cinco rounds, Hernani Perpétuo inicia sua história dentro do octógono neste sábado, dia 19 de abril, em Orlando, Estados Unidos, no UFC on FOX 11. O adversário será o canadense Jordan Mein, que já se apresentou duas vezes pela organização, em combate válido pela categoria meio-médio (até 77kg) no card preliminar. Apesar da mudança de responsabilidade por fazer parte da maior organização de MMA do mundo, o atleta da Nova União não se sente pressionado.

Hernani começou a lutar MMA em 2005 e contabiliza hoje 17 vitórias e apenas três derrotas, numa invencibilidade que vem desde agosto de 2010, quando perdeu para Romario Manoel. Dois meses depois, venceu a revanche e, triunfo após triunfo, viu sua contratação pelo UFC se tornar questão de tempo. Neste sábado, terá a companhia do amigo Caio Monstro, que luta contra Luke Zachrich no mesmo card, o que ajuda a diminuir a pressão pela estreia.

“Estou focado para fazer tudo o que executei nos treinos na Nova União. A ansiedade para estrear no UFC é grande, mas me dou bem com ela e estou bem tranquilo. Chegou a minha hora e é uma grande oportunidade na minha carreira. Não vou desperdiçá-la”, revela.

Do outro lado do octógono, o carioca de 28 anos terá pela frente um oponente quatro anos mais novo, mas não menos experiente. Jordan Mein tem mais combates no cartel, com 27 vitórias e nove derrotas, sendo 17 triunfos por nocaute. Um dos mais marcantes foi o obtido sobre o brasileiro Evangelista Cyborg, mas no seu último compromisso pelo UFC, em abril de 2013, foi derrotado por Matt Brown.

“Pude analisar algumas duelos dele e vi que é um striker, mas não vai para o ataque. Ele espera o momento certo de ir para cima e tenho que ter muita atenção com isso. Mas acho que o jogo é parecido com o meu. O Jordan já venceu adversários duros na carreira e tenho certeza que a luta será do jeito que os fãs gostam, bem intensa e decidida em pé. Estou com todo gás para começar minha história no UFC com o pé direito”, confia.

Além de estrear pelo Ultimate, Hernani Perpétuo tem outra questão inédita na carreira. O peso meio-médio vai atuar pela primeira vez fora do Brasil em eventos de MMA. “Já participei de várias competições de kickboxing no exterior, então lutar MMA nos Estados Unidos não será tão novidade assim. Vou fazer meu jogo naturalmente. Quando entra no octógono e a porta fecha, fica 50% para cada um, independente do lugar”, garante.

Por vaga na final, Patricky Pitbull promete ‘trocação franca’ no Bellator 117 nesta sexta feira

Lutador quer sair na mão na edição do Bellator nesta sexta feira - Divulgação Everlast

Lutador quer sair na mão na edição do Bellator nesta sexta feira – Divulgação Everlast

 

Escalado para fazer o co-main event do Bellator 117, que acontece nesta sexta-feira (18) em Iowa (EUA), o peso leve (70kg) Patricky Pitbull tenta manter a boa fase contra o norte-americano Derek Campos, em combate válido pelas semifinais do GP da categoria. Em caso de vitória, o potiguar, que estreou na organização em 2011, terá a segunda oportunidade de disputar uma decisão de Grand Prix, já que em seu primeiro ano de evento chegou na final contra Michael Chandler, mas acabou derrotado por decisão dos árbitros.

 

Após emplacar uma sequência de duas vitórias consecutivas na organização, Patricky quer provar o motivo de estar figurando entre os melhores de sua divisão. Na sua opinião, a manutenção de uma rotina intensa de treinamentos será um grande diferencial para o próximo desafio.

 

“É muito bom vir de uma sequência positiva, estou muito contente pelos resultados que obtive. Não deixei de trabalhar desde a minha última luta, e isso trouxe um ótimo lastro de treinamentos que pode me ajudar muito dentro do cage. Apesar de ter ido bem na minha última, procuro deixar isso para trás e me concentrar no futuro. O GP continua, então tenho que seguir com os treinamentos duros e focar ainda nos próximos combates”, afirmou.

 

De bem com a vida, o atleta da Pitbull Brothers/ Team Nogueira, que descobriu que vai ser pai pela segunda vez, se diz em um dos melhores momentos de sua carreira.  Ele atribui isso ao fato de estar mais perto de seus familiares em Natal (RN).

 

“Estou no momento muito bom, descobri que vou ser pai novamente e estou com a cabeça muito boa.  Ano passado passei por alguns momentos complicados, mas graças a Deus consegui bons patrocínios, e isso vem me ajudando para ficar voltado somente para o MMA. O fato de estar perto da minha família e dos meus amigos também tem sido fundamental”.

 

Reconhecido no mundo do MMA por sua agressividade, Patricky Pitbull promete não fugir de suas características contra Campos. O lutador espera uma temporada de sucesso para ele e seu irmão e também estrela do Bellator, Patricio Pitbull.

 

“A estratégia é a de sempre, ‘sair na mão’. Dependendo do que a luta me oferecer, vou colocar minhas características em jogo. Vou enfrentar um adversário duro, mas não tem nenhum parte de destaque em seu jogo. Sei que ele não vai querer ficar na trocação, então preciso estar atento para conseguir mais esta vitória. Espero que esse ano seja dos irmãos Pitbull”, concluiu.

Com reinauguração de sala de artes marciais, favela da Providência celebra quatro anos de pacificação

Sala de artes marciais é inaugurada no Morro da Providência - Divulgação

Sala de artes marciais é inaugurada no Morro da Providência – Divulgação

 

Nunca é demais exaltar o esporte como uma das principais ferramentas de inclusão social existentes. Localizada no centro do Rio de Janeiro, a comunidade da Providência estará em festa no dia 23 de abril , quando completa 4 anos de pacificada. Junto com a pacificação, o local também recebeu uma sala de artes marciais, que será reinaugurada  em dia especial.

Idealizado pela LBV (Legião da Boa Vontade), Super Rádio Brasil, Prime Esportes, Boomboxe e Governo do Estado, o programa que leva ensinamentos de lutas para as crianças através de policiais, está cada dia mais sólido e vitorioso, já que, além de ensinar um caminho alternativo para o bem, ainda educa e tem um bom resultado nos tatames, refletido no número de medalhas conquistadas em competições que a equipe UPP participa: mais de 1000 em menos de 4 anos.

Atualmente, cerca de 400 crianças da comunidade são beneficiadas com o programa, que além do jiu-jitsu como carro-chefe ainda conta com aulas de judô, karatê, kickboxing, passeios em eventos culturais e esportivos em geral. Coordenador de esportes da UPP Providência, o soldado Christian Ribeiro comemora os bons resultados e, principalmente, o alcance do grande objetivo: a interação entre policiais e moradores.

“O projeto foi muito importante para mudar a imagem da polícia na comunidade. No início existia um estranhamento das crianças e dos pais, que tinham em mente uma polícia que só subia o morro para reprimir. Agora, com o contato, eles sabem que os policiais não servem apenas para combater o crime, mas também para auxiliar em questões sociais”, explica Ribeiro, que exaltou a confiança dos moradores. “O reconhecimento é muito gratificante. Se antes existia receio, agora existe amizade. Na última terça-feira foi meu aniversário, e eu fui surpreendido com uma festa surpresa proporcionada pelos alunos. É algo que marca a gente e nos dá ainda mais certeza que estamos no caminho certo”.

Um dos principais incentivadores do programa,  Fabiano Marinho Gerente comercial  da Prime Esportes, responsável  pela parceria com os tatames. Feliz pelo sucesso da proposta, o paulista amante das artes marciais,  comemora o resultado relembrando momentos que o marcaram.

“Ajudar esses jovens é gratificante pelo retorno que a gente recebe. Nada paga a gente voltar na comunidade e ver um garoto que, quando o projeto começou tinha 8 anos e, agora 12, continua bastante animado com as aulas. Lembro uma vez em que eu estava tomando sorvete na praia de São Conrado e veio um rapaz me reconheceu como ‘o cara do tatame’ e me agradeceu. Ele perdeu quase 40 quilos com as aulas de jiu-jitsu na comunidade do Vidigal e ainda conseguiu largar o vício das drogas. São coisas como essas que fazem a  gente seguir em frente e devolver um pouco para essas crianças o que Deus nos deu”.

Embora seja uma peça fundamental na estrutura da iniciativa, Fabiano Marinho exalta a boa vontade e dedicação dos policiais do projeto.

“Sem eles (policiais), nada disso seria possível. Muitas vezes eles usam o dia de folga para dar aulas, conversar com as crianças, dar dicas e auxiliar no que for necessário. Eles de dedicam de verdade. E, mesmo com o trabalho duro durante a semana, eles ainda conseguem se doar para as crianças passando os ensinamentos do jiu-jitsu, judô, etc. Essa é a parte mais nobre para mim”.

Representante da LBV / Super Rádio Brasil e um dos líderes da ação, Pedro Paulo Torres relembrou com carinho o início do projeto e agradeceu aos parceiros pelo sucesso.

“Como o tempo passou rápido. São quatro anos já. O projeto foi iniciado de forma despretensiosa.  Apoiamos, investimos e, graças a Deus, o resultado superou as expectativas. Fazemos tudo de uma forma bem otimista e passamos essa esperança para as crianças também. Atualmente temos mais de  20 projetos em comunidades pacificadas, mas tudo começou na Providência há quatro anos. E nada disso seria possível se não fossem nossos parceiros, como o Governo do Estado, Prime Esportes e  Bomboxe. Temos que destacar também o apoio de atletas como Paulo Thiago, Ramon Lemos e Charles do Bronx’s, apoiadores de primeira hora!  Esporte é o caminho da educação, saúde e cidadania. Faremos  uma bonita cerimônia no dia 15 de maio para empolgar ainda mais as crianças. Vale lembrar que todos os projetos que apoiamos são nossos convidados.”

Tim Kennedy domina Michael Bisping em edição do TUF Nations Finale no Canadá

Tim Kennedy vence Michael Bisping - Divulgação UFC/Josh Hedges

Tim Kennedy vence Michael Bisping – Divulgação UFC/Josh Hedges

 

O UFC realizou nesta quarta feira a final do TUF Nations Finale – Canadá vs Austrália, final do reality show em Quebec no Canadá.

Com o confronto principal entre o americano Tim Kennedy contra Michael Bisping, o duelo não trouxe grandes emoções.

Usando de muita estratégia, Kennedy controlou o combate usando se bom jogo de solo, já que o mesmo é tem como base o Wrestling (Luta Olímpica Greco Romana).

Dominando Bisping completamente no solo, Kennedy não correu muitos riscos em pé, quando sofreu ataques de Michael.

Na decisão, o americano conquista mais uma vitória, após nocautear o brasileiro Rafael Natal.

O evento teve dois vencedores desta edição do reality.

Elias Thoedorou teve uma grande atuação contra Sheldon Westcott e com fortes cotoveladas no segundo round, acabou com o combate vencendo por nocaute técnico.

Em um confronto muito disputado, Chad Laprise e Olivier Aubin-Mercier acabaram protagonizando um luta com bons momentos para ambos os lados.

Acertando mais golpes, Laprise acabou convencendo os juízes e venceu por decisão dividida.

 

KJ Noons rouba a cena com grande nocaute - Divulgação UFC/Josh Hedges

KJ Noons rouba a cena com grande nocaute – Divulgação UFC/Josh Hedges

 

Outros destaques do evento são K.J. Noons que conseguiu um nocaute impressionante sobre Sam Stout além de Dustin Poirier que venceu Akira Corassani e Ryan Jimmo que nocauteou Sean O’Connell.

O UFC retorna neste sábado com a edição do UFC on FOX 11 com o combate principal entre o brasileiro Fabricio Werdum contra o americano Travis Browne.

Veja os resultados do TUF Nations Finale

TUF Nations: Canadá x Austrália Finale
Quebec, Canadá
Quarta-feira, 16 de abril de 2014

 Card principal:

Tim Kennedy derrotou Michael Bisping na decisão unânime 
Patrick Côté derrotou Kyle Noke na decisão unânime 
Elias Thoedorou derrotou Sheldon Westcott por TKO no R2
Chad Laprise derrotou Olivier Aubin-Mercier na decisão dividida 
Dustin Poirier derrotou Akira Corassani por TKO no R2

Card Preliminar:

KJ Noons nocauteou Sam Stout no R1
Sarah Kaufman derrotou Leslie Smith na decisão unânime 
Ryan Jimmo nocauteou Sean O’Connell no R1
George Roop derrotou Dustin Kimura na decisão unânime 
Mark Bocek derrotou Mike de la Torre na decisão dividida 
Nordine Taleb derrotou Vik Grujic na decisão unânime 
Richard Walsh derrotou Chris Indich na decisão unânime 
Mitch Gagnon derrotou Tim Gorman na decisão unânime 

Wanderlei Silva se pronuncia após briga com Sonnen e defende André Dida: Agiu no calor da emoção!

Wanderlei posta foto com treinador e defende atitude de Dida - Reprodução Facebook

Wanderlei posta foto com treinador e defende atitude de Dida – Reprodução Facebook

 

Após receber uma tonelada de críticas, o lutador Wanderlei Silva se pronunciou.

O lutador que protagonizou uma briga com o americano Chael Sonnen nas gravações do reality show de lutas do UFC, The Ultimate Fighter Brasil, defendeu a atitude de seu treinador, o ex lutador André Dida.

Wanderlei pediu desculpas ao público pela má impressão que a briga causou e aproveitou para justificar a atitude de Dida, que acertou socos nas costas de Sonnen durante a confusão.

“Quem tem amigo está com ele até o fim, a ação foi errada mais com a motivação certa de defender um irmão. Eu te agradeço @andredida por sua lealdade pois seria muito mais fácil não ter feito nada.

Sabemos que você agiu no calor da emoção, sem pensar, foi instinto de defesa. Nos conhecemos desde que tinha 12 anos de idade, eu era como o irmão mais velho e já passamos por muitas situações juntos.

Ficamos realmente unidos depois que você passou a ser um dos meus treinadores e lutamos juntos desde então!

As pessoas não sabem o que foi aguentar aquele cara no TUF diariamente provocando, só quem estava lá viu.

Ali foi realmente a hora que o copo transbordou, não somos a favor de nenhum tipo de violência.

Esta semana lanço um vídeo para que o pessoal entenda o contexto não apenas o fato isolado que afinal foi o cara que começou a briga.

Eu já tinha deixado pra lá… mas ele continuou provocando.  Eu jamais te deixaria sozinho neste momento, estou contigo sempre @andredida.

Desculpa pessoal pela má impressão que causou.” disse Wanderlei em mensagem para os fãs nas redes sociais.

 

Dida se defende de acusações e alega agir por instinto

 

O treinador André Dida também se pronunciou. Em entrevista ao site americano MMA Fighting, Dida disse que agiu por instinto e só queria tirar Chael de cima de Wanderlei.

“Sou um treinador e tenho minha própria academia. Digo para as pessoas nunca fazerem algo assim. Minha intenção era separá-los, mas tive que fazer algo.

Agi por puro instinto. Sonnen tem uma reputação ruim no Brasil, ele fala mal de todo mundo, então, é complicado me arrepender.

Eu não podia deixar o Wanderlei naquela situação. Minha intenção era separá-los, mas vi o Sonnen tentando socar o Wanderlei e, na minha cabeça, percebi que tinha que tirar o Sonnen de lá o mais rápido possível para fazê-lo parar. Soquei o Sonnen para fazê-lo parar, mas ele não parou.

Tentaram me tirar de lá, mas eu voltei e soquei de novo. Só queria arrancar o Sonnen de cima dele.

Muitas pessoas me chamaram de covarde, mas isso não é verdade. Eu seria um covarde se não tivesse feito nada.

Eu estava vendo alguém que eu admiro desde que eu tinha 13 anos em uma situação ruim. Tinha que fazer alguma coisa.

Queria que o Sonnen se levantasse e lutasse comigo. Imagine que você está no mercado e, quando se dá conta, tem alguém em cima da sua mãe ou do seu irmão.

O seu instinto diz para você parar aquilo o mais rápido possível. E foi exatamente o que eu fiz quando vi o Sonnen tentando machucar o Wanderlei.” disse Dida.

 

Cigano e Belfort criticam briga de Sonnen e Wand

 

Os lutadores Vitor Belfort e Júnior Cigano se manifestaram acerca da briga entre Wanderlei e Sonnen.

Fazendo críticas a postura dos lutadores, os ídolos nacionais reprovaram a atitude dos atletas.

“Essa briga é totalmente negativa, não precisava ter acontecido. Eu sei que a rivalidade existe, mas isso não pode ser aceito. Ficou feio e só apareceram comentários negativos. Isso denigre a imagem do esporte.

O próprio Sonnen e o Wanderlei costumam defender o esporte e tirar a imagem de que o MMA é um esporte violento. Esse tipo de briga não pode fazer parte do esporte.

Eu gosto muito do Wanderlei. O Sonnen eu conheço pouco, mas ele é inteligente, marqueteiro. Os dois são gente boa, mas não tenho a liberdade para eu chegar a chamar a atenção deles. Com certeza, acabaria rolando uma discussão.” Disse Cigano em entrevista ao site Combate.com

 

Cigano condena briga de Sonnen e Wand - Wander Roberto/Inovafoto

Cigano condena briga de Sonnen e Wand – Wander Roberto/Inovafoto

 

As artes marciais entraram na minha vida para significar disciplina e respeito, e isso aconteceu quando eu tinha apenas 8 anos, quando comecei a praticar judô.

Vejo a responsabilidade dos meus heróis esportivos que influenciaram minha carreira e, por isso, sempre me senti na obrigação de retribuir sendo um atleta que representasse o esporte com a mesma disciplina e respeito que me ensinaram quando comecei, há quase 30 anos.

A briga de Wanderlei Silva e Chael Sonnen no programa TUF Brasil me envergonha. Primeiro, porque o MMA não é briga, é luta de pessoas preparadas dentro de um octógono. Isso é o que eu faço. Eu não brigo, eu luto. Segundo, não há mais espaço para um esporte como o MMA aceitar este comportamento quando a própria modalidade tem regras claras para atitudes antidesportivas fora dos ringues.

Terceiro e o mais importante, o MMA não pode, jamais, influenciar comportamentos onde a discussão termine em agressão como se aquilo fosse o modelo adequado de comportamento.

Milhões de jovens sofrem a violência dentro e fora da escola, a televisão não pode ser propulsora deste comportamento e menos ainda, os atletas devem representar qualquer atitude violenta por descontrole, seja lá a provocação que for.

Os lutadores de MMA devem, urgentemente, estar cientes que seu comportamento dentro e fora dos octógonos pode influenciar milhões de pessoas para o bem e para o mal. Eu escolhi influenciar para o bem porque o MMA escolheu também este caminho. Qualquer coisa fora disso já deixou de ser MMA, é briga, e isso, definitivamente, não me representa.” declarou Vitor Belfort através das redes sociais.

 

Vitor Belfort (esquerda) condena atitude e faz críticas a lutadores - Divulgação UFC

Vitor Belfort (esquerda) condena atitude e faz críticas a lutadores – Divulgação UFC

 

Ginásio do Clube Hebraica receberá quarta edição do MMA Super Heroes no dia 30 de maio

Clube Hebraica recebe pela primeira vez, edição do MMA Super Heroes - Divulgação

Clube Hebraica recebe pela primeira vez, edição do MMA Super Heroes – Divulgação

 

A quarta edição do MMA Super Heroes já tem local e data para acontecer. Após realizar um evento de sucesso que lotou as dependências da casa de shows Via Marquês, a organização reservou para o próximo dia 30 de maio o Ginásio do Clube Hebraica, em São Paulo. Um dos clubes mais modernos de São Paulo receberá pela primeira vez um evento de MMA.

“Fazer o evento no Clube Hebraica é um sonho antigo. Levar o MMA pra um cenário desse patamar é motivo de bastante orgulho. Espero que os atletas e toda equipe envolvida nessa realização possam entender o patamar que estamos alcançando e, assim, possamos fazer um show pra entrar na história do esporte paulistano.” Vibra André “Bicudo” Barbosa, presidente do MMA Super Heroes.

Após comemorar a realização do evento no Clube Hebraica, André “Bicudo” comemora ainda a ascensão do evento e a boa audiência na terceira edição do show, superando a marca de 750 mil streamings em nível Brasil, sendo quase 50 mil fora do Brasil.

“Foi uma surpresa, mas por outro lado mostra o resultado do nosso trabalho, com transmissão ao vivo e em Full HD.

Tivemos mais de 300 mil streamings na 1ª edição, mais de 500 mil na 2ª e agora passamos de 700 mil com a 3ª edição. É um crescimento incrível e que mostra a evolução do evento. Nossa equipe fez uma busca de dados do evento e tivemos os principais fóruns de fãs do mundo com a galera acompanhando e discutindo o evento ao vivo, foi uma emoção inenarrável! Espero que possamos retribuir esse carinho melhorando a estrutura e a qualidade do evento a cada edição.” finaliza o presidente André “Bicudo”

Faltando pouco mais de 40 dias para o evento, a organização pretende divulgar o card completo na próxima semana e iniciar a venda de ingressos.

 

 

Dana White revela lesão de Wanderlei Silva e pede para Minotauro se aposentar: Não quero ver ele lutando mais!

Presidente do UFC revela lesão de Wand e pede para Minotauro aposentar após derrota - Divulgação UFC/Josh Hedges

Presidente do UFC revela lesão de Wand e pede para Minotauro aposentar após derrota – Divulgação UFC/Josh Hedges

 

O Presidente do UFC, Dana White revelou o motivo da mudança do combate de Wanderlei Silva e Chael Sonnen que estava marcado para o TUF Brasil Finale em maio.

O combate que foi adiado para o UFC 175, em julho, teve um motivo importante.

Segundo Dana, Wanderlei acabou se lesionando e não estaria pronto para lutar em maio.

“Sempre tem alguns idiotas da imprensa dizendo que “tudo isto é artificial”.

O que acontece é que o Wanderlei se machucou na briga. Ele levou uma queda e caiu no chão e machucou as costas. Ele ainda machucou a mão quando estava batendo na cabeça do Chael.

Ele se machucou e não poderia lutar a tempo porque ele se lesionou enquanto estava no programa. Isso é muito repugnante.” disparou Dana na coletiva de imprensa após o TUF Nations Finale.

 

Lutadores brigaram em gravações e Wanderlei se machucou - Divulgação UFC

Lutadores brigaram em gravações e Wanderlei se machucou – Divulgação UFC

 

O Presidente também fez críticas para Rodrigo Minotauro e pediu para o lutador brasileiro que é considerado uma lenda do MMA.

“Ele é um verdadeiro cavalo de guerra. O cara fez grandes batalhas no Pride. Ele é um dos lutadores mais respeitados no mundo pelos outros atletas e pelos fãs.

Eu gosto muito dele, então eu quis dar a ele a oportunidade de dizer antes. E ele disse que queria enfrentar o Frank Mir. Agora eu vou dizer.

Minotauro, eu te adoro, mas eu adoraria que você nunca mais lutasse.” disparou o Presidente em entrevista ao site FOX Sports.

 

Presidente pede para Rodrigo Minotauro se aposentar  - Divulgação Team Nogueira

Presidente pede para Rodrigo Minotauro se aposentar – Divulgação Team Nogueira