Com fratura, Marquez despista sobre opções de futuro

Foto: AFP

Foto: AFP

Naquela que foi considerada por ele mesmo com uma de suas melhores vitórias, o mexicano Juan Manuel Marquez, 39, só quer aproveitar o tempo para comemorar com a família o incrível nocaute imposto ao filipino Manny Pacquiao, 33, na quarta batalha entre ambos disputada no MGM de Las Vegas, estado de Nevada (EUA). O azteca competiu com o nariz quebrado durante algumas rodadas e, igual ao oponente, sofreu leve concussão cerebral.

Marquez (55-5-1, 40 KOs) lembra que por muito pouco não havia decidido pela aposentadoria, após perder por maioria para Pacquiao em novembro do ano passado. “Ainda bem que desisti da ideia”, assinala o azteca que creditou às suas qualidades, e não ao volume muscular, o primeiro triunfo sobre seu mais importante e longo adversário.

“Sabíamos que ele (Pacquiao) começaria a luta agressivo e, em algum momento, deixaria espaço para meu ataque. Nós preparamos aquele golpe”, confessa Marquez, admitindo que nas três rodadas anteriores antes da decisão, havia recebido muitos socos do rival, incluindo rápida queda na quinta passagem, o nariz fraturado e o sangue profuso no rosto. O mexicano só prefere não criar ilusões sobre a possibilidade de realizar o quinto confronto com o filipino. “Ainda e muito cedo para decidir meu futuro”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>