Pacquiao faz exames, é liberado e descarta parar

Foto: AFP

Foto: AFP

Orientado a ir a hospital devido à concussão cerebral, o filipino Manny Pacquiao, 33, passou em todos os testes médicos e pôde retornar ao hotel para encontrar-se com a família e amigos. Poucas horas antes, o astro asiático fora atingido por nocaute brutal no sexto round pelo mexicano Juan Manuel Marquez, 39, no quarto embate entre eles no MGM de Las Vegas (Nevada, EUA). Foi o pior revés do astro asático desde 1999 quando sucumbiu no terceiro giro para Medgoen Singsurat, nos tempos em que ainda era peso mosca (50,8k).

Pacquiao (54-5-2, 38 KOs) garante que a dura queda para Marquez não o fará deixar de competir. “Estou olhando para frente, quero descansar por um período, mas retornarei”, sinaliza o filipino, sem mencionar qualquer possível adversário, e que concorre às eleições parlamentares em seu país na próxima temporada.

O golpe que o colocou de rosto no chão não foi visto por Pacquiao. “Sinceramente não sei de onde partiu a mão de Marquez. Penso que foi um descuido já eu estava me sentido confortável naquele momento da luta”, explica o asiático que, até então, dominava igualmente as três papeletas dos juízes em 47-46.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>