Enfrentar Wlad Klitschko é inimaginável para Banks

Talvez seja uma situação inevitável e que, com certeza, causará muitos constragimentos. O peso pesado americano Johnathon Banks, 30, prefere não imaginar as obras do destino que poderiam colocá-lo na condição de desafiante ao ucraniano Wladimir Klitschko, campeão unificado AMB, OMB e FIB. O caso é mesmo complexo. O atleta ianque assumiu recentemente o papel de treinador principal do campeão, trabalha como sparring, além de ter sua carreira gerida pela empresa K2 dos irmãos Klitschko.

“Não consigo me imaginar em duelo com Wladimir (Klitschko)”, aponta Banks (29-1-1, 19 KOs) que não esconde certa preocupação com o futuro em uma categoria em que ele evolui constantemente. No próximo dia 16 de fevereiro, ele concede revanche ao compatriota Seth Mitchell – de quem ganhou por nocaute no mês passado.

O embate com Mitchell é válido como eliminatória CMB dos pesados e dá ao vencedor a posição de #2 do organismo, deixando Banks cada vez mais em linha pela briga por cinturão mundialista. “Por enquanto, prefiro esquecer qualquer possibilidade de enfrentar um dos Klitschko e me concentrar em superar Mitchell”, declara um incomodado americano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>