Sob suspeita de HIV, ex-campeão sai do esporte

Conforme já adiantávamos há quase um mês, o tailandês Poonsawat Kratingdaenggym, 32, deve mesmo se retirar dos tablados devido à grave doença sanguínea, identificada em três exames sucessivos realizados antes de seu combate com o cubano Guillermo Rigondeaux, previsto para o último mês de dezembro. Na oportunidade, a Comissão do Texas, os promotores e a equipe do asiático preferiram omitir o diagnóstico, mas todas as suspeitas recaem sobre o atleta ser portador do vírus HIV/aids.

“De acordo com os médicos, o boxeador levará muito tempo para ser curado. Por isso, acreditamos que seja melhor ele se aposentar, pois dificilmente conseguiria manter-se competitivo no esporte”, declara Niwat Laosuwanwat, agente do tailandês. Oficialmente, especialistas chamam a doença de talassemia, responsável por afetar as células vermelhas do sangue e causadora de anemias profundas.

Nascido Prakorb Udomna, mas apelidado Kratingdaenggym (48-2-0, 33 KOs) pelo hábito dos tailandeses de assumir o nome do ginásio em que efetuam seus treinamentos, o pugilista obteve dois títulos mundiais – galo (53,5K) e supergalo (55,3k) – e teria mais uma chance quando se viu forçado a cancelar o confronto com Rigondeaux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>