Botha é flagrado com drogas em embate com Williams

É um combate que não termina apesar de ter sido realizado na última sexta-feira. De acordo com relatos da imprensa australiana, o peso pesado sul-africano François Botha, 44, foi flagrado pelo uso de duas substâncias proibidas, no material coletado alguns dias antes de sua derrota controversa para o neozelandês Sonny Bill Williams, disputada no Brisbane Entertainment Centre de Boondall, em Queensland (Austrália).

As drogas apontadas nos exames de Botha (48-9-3, 29 KOs) são a fentermina, um supressor de apetite que estimula o “desejo de ataque”, e benzodiazepínico, um relaxante muscular. Ambas as substâncias integram a lista da Agência Mundial Antidopagem (Wada) que proíbe seu uso em qualquer situação esportiva.

Na hipótese de confirmação, não seria a primeira vez que Botha é pego no antidoping. Em 1995, quando disputou o título mundial FIB diante de Axel Schulz, ele teve identificado o esteroide nandrolona em seu organismo e foi destituído do cinturão que havia ganhado em decisão dividida. O resultado também foi alterado para “sem decisão”.

Controvérsias

Na contramão das informações da imprensa, John Hogg, dirigente da Federação Australiana de Boxe levanta dúvidas sobre a efetiva realização dos exames antidoping para melhoria de desempenho, pois alega que eles não são obrigatórios na região de Queensland. De outra parte, a Associação Mundial de Boxe (AMB) também está apurando a autorização para a luta Williams-Botha ter sido válida pelo cinto Internacional e a razão pela qual o confronto foi disputado em apenas 10 roundes quando a determinação regulamentar exige 12 rodadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>