Não tem um jogo que não tem um erro grave de um árbitro.

Não tem um jogo que não tem um erro grave de um árbitro. Errar é humano mas quando se tem 04, 05 olhando o lance e mesmo assim errarem é demais. Pior que sempre os beneficiados são times cariocas(Fluminense é líder de ajuda dos árbitros). Os árbitros precisam se reciclar, pois está muito ruim de assistir jogos mal apitados, mal jogados etc…

 Anderson Gomes Jacinto

CBF: entidade varzeana

Ricardo Teixeira se foi, mas a CBF continua firme e forte na sua incompetência. Esses amistosos caça níqueis que marcam só prejudica os clubes, que são obrigados a ceder seus melhores jogadores à serviço da famigerada entidade. Os cartolas não estão nem ai para o público, que pagam muito para ver pouco ou nada de espetáculo. Pior é que marcam essas porcarias de amistosos justamente quando tem jogos do Campeonato Brasileiro. Em qualquer parte do mundo, quando se tem jogos de Eliminatórias para a Copa do Mundo ou amistosos, o campeonato local para. Aqui não, marcam jogos da seleção a tarde e campeonato brasileiro a noite. Essa entidade varzeana precisa de uma faxina urgente, a começar pelo Zé Marin das Medalhas, que deveria ter saido junto com Ricardo Teixeira. Enquanto esta turma estiver no poder, a bagunça nunca irá acabar!!!!

 Anderson Gomes Jacinto

A todos

A sardinhada tem mania de dizer que no centenário do Corinthians foram campeões. Aliás, é fácil  perceber que no filme do centenário do timeco de praia, eles ficavam mais falando do Timão, mostrando os gols daquele pipoqueiro do Robinho nas finais em 2002 do que qualquer outra coisa. Por que  agora não colocam a eliminação do timeco da praia na libertadores para o Coringão com aquele golaço do Emerson Sheik e o Alessandro levantando a taça? Afinal eles não adoram falar do Corinthians?!? 

 Márcio Araújo

É um alivio, conseguir desabafar com alguém que me entenda…

Há dois dias escuto teses, culpados e justificativas para o possível rebaixamento do Palmeiras.

No meio desse turbilhão, procuro o “chefe” no Palmeiras. O chefe nesse momento, como em toda administração surge para orientar o grupo e seus torcedores…ainda não encontrei.

Ontem, ouvi que a culpa seria de alguns “poucos marginais” que depredaram o patrimônio público e com isso, impediu que o time jogasse na capital. Talvez os ares de São Paulo aliviassem a tensão climática interna.

Hoje, leio que o culpado é um jogador  – Daniel Carvalho. Na minha opinião , um jogador que não encaixou e, no momento, não serve para “compor elenco”, mas esta bem longe ser culpado.

Sr. Tirone, Sr. Della Monica, nós não queremos uma arena de primeiro mundo, onde possam pendurar uma placa com vossos nomes para que seja eternizada.

Nós queremos conhecer o “gerente” que estará ao nosso lado AGORA!

Nós queremos respeito com a nossa camisa na Copa do Brasil, Brasileiro, Paulista e Libertadores.

Nós queremos dirigentes que amem e respeitem o Palmeiras, como nós torcedores.

Esse é o primeiro resultado de um bom trabalho!

 Kelly Matos

Rebaixamento!

O campeonato brasileiro é o mais dificil e o mais cruel do mundo, o único onde caem 4 equipes o que invariavelmente acaba ocasionando a queda de um time grande de tradição e enorme torcida. Vocês não acham que a CBF deveria mudar essa regra? Só neste campeonato são 15 campeões nacionais disputando! Obs: não sou um palmeirense tentando legislar em causa própria, mesmo porque não teria como se mudar essa regra esse ano, apenas um torcedor em busca de bom senso, coisa difícil de se esperar da CBF.

Ricardo Jack