Ir para o conteúdo
Aumentar fonte Diminuir fonte

Futebol - (06/11/2009 10h34min48 )

Taça de Prata.


Araçatuba (SP)

Deixando de lado, o falecido e desmascarado "Daniel Campos", o imbecil que foi pego clonando a Milena e Carla Neves e que por conseguinte é o criador de André Lucas, Sérgio Terranova e outros personagens tão idiotas quanto ele, vamos esclarecer ao Olegário Martins sobre a Taça de Prata dos anos 80. O Corinthians disputou a Taça de Prata de 1982 e o Palmeiras disputou as de 1981 e 1982. Primeiro, vamos estabelecer o que é um rebaixamento.

Em poucas palavras, é o fato de um clube ficar nas últimas posições no campeonato de um ano, para no ano seguinte disputar a divisão imediatamente inferior. Exemplo do Palmeiras em 2002, Corinthians em 2007 e Vasco em 2008. O campeonato brasileiro nos anos 80 era dividido em Taça de Ouro e Taça de Prata. A de Ouro era disputada pelos clubes mais bem classificados nos CAMPEONATOS ESTADUAIS. No exemplo de São Paulo, pelos primeiros 6 colocados. A de Prata, no caso de SP, pelas 7ª a 14ª posições do Paulistão.

O Corinthians ficou em 3º no Paulista de 1980 e o Palmeiras em 16º. O Corinthians foi para a Taça de Ouro em 1981 e o Palmeiras para a Prata. Em 1981, Corinthians e Palmeiras ficaram em 8º e 10º lugar respectivamente e em 1982, ambos disputaram a Taça de Prata. Em 1982, o Corinthians foi campeão paulista e o Palmeiras ficou em 3º, porém, o Santos ficou em 9º lugar. Teria então que disputar a Taça de Prata de 1983.

Porém, foi convidado pela CBD a disputar a Taça de Ouro. O regulamento das taça de Ouro e de Prata previa, desde 1979, que os clubes que disputassem a taça de Prata teriam a oportunidade de se classificar para a Taça de Ouro dentro do mesmo ano. Assim, em 1981 Bahia, Náutico, Palmeiras e Uberaba disputaram as fases finais da Taça de Ouro ainda no mesmo ano. O mesmo aconteceu em 1982 com América/RJ, Corinthians, São Paulo/RS e Atlético/PR.

O Palmeiras sequer passou da primeira fase e não conseguiu se classificar para a Taça de Ouro, ainda em 1982. Portanto, Corinthians, Palmeiras e Santos não cairam no campeonato brasileiro e sim não conseguiram uma posição dentro do Campeonato Paulista que os permitisse disputar a Taça de Ouro, tendo que disputar a de Prata, com possibilidade de "acesso" ainda dentro do mesmo ano.

Diferentemente do São Paulo em 1990, que não conseguiu, dentro do próprio campeonato paulista, a classificação para a 1ª divisão do Paulista de 1991. Se o Corinthians "caiu" em 1981, então o Santos caiu em 1982 e o Palmeiras em 1980 e 1981. E o São Paulo, de fato, foi rebaixado no Paulistão de 1990, tendo que disputar a 2ª divisão em 1991.

Antonio Carlos de Carvalho




:: Shopping GE.Net