Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Neymar dá show, marca três e Santos vira sobre o Botafogo-SP em Ribeirão

Ribeirão Preto (SP)

O craque desequilibrou. É desta forma que pode ser resumida a vitória do Santos sobre o Botafogo-SP, por 4 a 1, na noite desta quinta-feira, no Estádio Santa Cruz. Com três gols do atacante Neymar, o time da Vila Belmiro precisou apenas dos últimos minutos do confronto, válido pela sexta rodada do Campeonato Paulista, para sair de campo vencedor. Felipe Anderson completou o triunfo santista.

Com a vitória, o Peixe chegou ao seu segundo triunfo na competição, saltando para o oitavo no lugar a tabela, com nove pontos. Enquanto isso, a equipe de Ribeirão Preto continua na zona de rebaixamento, na 17° posição, com apenas três pontos ganhos.

Na próxima rodada, o Alvinegro Praiano recebe o Linense, domingo, às 19h30 (horário de Brasília), em São Bernardo do Campo. Já o Botinha visita a Portuguesa, no mesmo dia e horário, no Canindé.

Arte GE.Net

O jogo - A partida começou com uma infelicidade do goleiro Márcio, do Botafogo-SP. Logo aos dois minutos, o camisa 1 do Botinha cortou um levantamento para a grande área e, ao pisar no chão, sentiu fortes dores no joelho esquerdo. Sem condições de jogo, Márcio deixou o campo substituído por Juninho.

Após a contusão do arqueiro dos donos da casa, o panorama do confronto ficou claro: o Peixe pressionaria o adversário, enquanto o Botafogo-SP jogaria fechado na defesa, procurando explorar as oportunidades de contra-ataque.

Lento, o time santista pouco criava e o seu lance mais perigoso aconteceu somente aos 29. O meia Elano recebeu a bola na entrada da área, limpou a marcação, mas o seu chute passou rente ao travessão de Juninho.

Bem postado, o Botinha surpreendeu e chegou ao seu gols, aos 36. A equipe de Ribeirão Preto desceu em rápido contragolpe pela esquerda, a zaga alvinegra falhou, e o meia Camilo acertou um belo arremate, colocando a bola no ângulo esquerdo de Rafael: 1 a 0 para o Botafogo-SP.

Irritado com a atuação do Santos no primeiro tempo, o técnico Muricy Ramalho promoveu uma alteração: a entrada de Fucile no lugar de Pará. E logo na sua primeira jogada, a um minuto da etapa complementar, o lateral uruguaio quase empatou o duelo, após receber bom passe de Ganso. Juninho fez a defesa e evitou o gol dos visitantes.

Pressionando mais o oponente, o Peixe teve mais uma boa oportunidade, dois minutos depois da jogada de Fucile. Paulo Henrique fez bom lance individual e arriscou o chute, porém, a bola passou por cima do gol.

Melhores em campo, os santistas tiveram mais uma grande chance de empatar, aos 15. Ganso tentou a enfiada de bola para Neymar, a zaga do Botinha cortou parcialmente e Fucile pegou a sobra. O lateral acertou um forte chute, bem defendido por Juninho.

Procurando dar maior poder de fogo ao seu time, Muricy sacou o lateral esquerdo Paulo Henrique para a entrada de Felipe Anderson, aos 20. Com isso, Fucile passou a cobrir a ala esquerda, com Henrique fazendo o lado direito da defesa. Mais aberto pelos lados do campo, Felipe Anderson tinha como missão ajudar Ganso a municiar o ataque santista. Logo em seguida, Lori Sandri trocou Fabinho por Clebinho e Alessandro por Tiago Ulisses na equipe da casa.

A partir daí, a estrela de Neymar passou a brilhar. Primeiro, o atacante empatou o jogo, aproveitando cruzamento de Ganso, em cobrança de falta. Aos 31, a Joia subiu mais alto que a zaga rival e deixou tudo igual no marcador.

No minuto seguinte, já com Renteria no lugar de Elano também, Neymar desequilibrou, em jogada individual. O camisa 11 alvinegro não tocou a bola para Renteria e, ao tentar driblar dois zagueiros, sofreu pênalti. Na cobrança, Neymar mostrou toda a sua categoria para colocar o Santos na frente no placar: 2 a 1.

O craque santista ainda encontrou tempo para marcar o seu terceiro, aos 47, aproveitando bela assistência de Felipe Anderson. Com um toque sutil sobre o goleiro, Neymar balançou as redes novamente.

E, no último minuto, aos 49, o Peixe definiu o resultado com Neymar retribuindo o passe para o gol de Felipe Anderson, o quarto alvinegro e que fechou a partida.

 

Publicidade

Últimas Notícias

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade