Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Com duas viradas em jogo eletrizante, Atlético-MG derrota o Figueira

Florianópolis (SC)

A estreia de Loco Abreu pelo Figueirense, contra o Atlético-MG neste sábado, acabou sendo ofuscada pela grande partida entre as equipes. O uruguaio chegou a dar uma assistência no confronto de sete gols que teve o Galo vitorioso por 4 a 3 após duas viradas. Foram destaques do jogo Ronaldinho Gaúcho, que marcou um gol e participou de outros dois, e Guilherme, que saiu do banco para marcar o gol da vitória.

Apesar de atuar como visitante, o Galo comandou as ações no começo do primeiro tempo e acertou o travessão logo aos seis minutos, quando Marcos Rocha carregou a bola pela intermediária, arriscou de longa distância e quase abriu o placar.

Aos 12 minutos, o Figueirense criou suas primeiras chances na partida com Doriva, que roubou a bola, pedalou e chutou com desvio da entrada da área, e com Loco Abreu, que recebeu desvio de cabeça de Julio Cesar na área para tentar um toque sutil por cima de Victor e mandar a bola pela linha de fundo em sua primeira finalização pela equipe catarinense.

O Atlético, porém, abriu o placar justamente quando o mandante parecia evoluir no jogo. Aos 16 minutos, Marcos Rocha foi derrubado por Doriva na área após receber cruzamento de Bernard e Luis Flávio de Oliveira marcou pênalti, convertido por Ronaldinho Gaúcho.

Os visitantes passaram a cadenciar o jogo e só levaram um susto através de Leonardo Silva, que desviou cruzamento aos 22 minutos e quase balançou a própria rede. Aos 37 minutos, porém, o jogo mudou de figura: Fred escorou cobrança de falta de Doriva para Anderson Conceição empatar o jogo de cabeça.

Dois minutos depois, quase a virada: Coutinho driblou Júnior César pela direita e cruzou para Caio cabecear com muito perigo. O segundo gol do Figueira viria aos 45 minutos com participação da grande atração da partida. Loco Abreu recebeu de Almir pela esquerda em lance de contra-ataque e encontrou Júlio César na área com um bom passe. Com tranquilidade, o atacante limpou Victor do lance e chutou para marcar um belo gol.

O Atlético-MG voltou ao jogo em busca do empate e quase conseguiu seu objetivo aos seis minutos, quando Ronaldinho surpreendeu em cobrança de falta pela direita e, ao invés de cruzar, tentou o chute direto, acertando a rede pelo lado de fora.

Apesar disso, o próximo gol seria marcado pela equipe mandante. Aos 15 minutos, Roni repetiu o feito do último jogo e saiu do banco para marcar o terceiro, finalizando na grande área e contando com falha de Victor. A resposta do Galo, porém, demorou apenas quatro minutos, já que Leonardo Silva cabeceou cobrança de falta de Ronaldinho e diminuiu.

Aloísio, no lance seguinte, perdeu a chance de matar o jogo. O atacante recebeu livre após furada de Leonardo Silva e, cara a cara com Victor, finalizou muito mal. O Atlético não perdoou e empatou com Bernard cinco minutos depois ao cabecear cruzamento de Jô após belo lançamento de Ronaldinho.

O gol da vitória sairia pelos pés de Guilherme, que fazia sua estreia no Campeonato Brasileiro após voltar de lesão. Aos 30 minutos, o atacante deu belo passe para Marcos Rocha e recebeu de volta um cruzamento do lateral para finalizar ao gol e garantir os três pontos para a equipe mineira.

Com o resultado, o Atlético-MG alcança os 22 pontos e passará a terceira rodada seguida na liderança. Já o Figueirense chega ao oitavo jogo sem vitória e para na 16ª posição com oito pontos somados.

Publicidade

Últimas Notícias

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade