Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Por R$ 11 milhões, Fernandinho troca São Paulo pelo árabe Al-Jazira

São Paulo (SP)

Em sua apresentação, Ney Franco definiu Fernandinho como um jogador “raro”, de difícil reposição. Mas os elogios não evitaram a saída do atacante. A Traffic, dona da maior parte de seus direitos econômicos, acertou com o São Paulo a negociação do jogador com o Al-Jazira, dos Emirados Árabes Unidos.

Nesta terça-feira, o agora ex-camisa 12 do Tricolor já treinou em clima de despedida. Apareceu na piscina no CT da Barra Funda, onde os outros atletas treinavam, dando um forte abraço em Jadson e Willian José. Não era possível ouvir o que diziam, mas era claro que falavam sobre uma novidade. Fernandinho, porém, participou normalmente do primeiro treino de Ney Franco no campo.

Os trabalhos devem ser os seus últimos pelo clube que defende desde janeiro de 2010. No acordo com a equipe do Morumbi, a Traffic estabeleceu que os são-paulinos não poderiam vetar a saída do atleta em caso de proposta superior a 6,5 milhões de euros (cerca de R$ 16 milhões). Como a oferta do Al-Jazira foi de 4,5 milhões de euros (quase R$ 11 milhões), o fundo de investimentos e o Tricolor acertaram que serão repassados cerca de R$ 2 milhões ao clube paulista como indenização.

Wander Roberto/Vipcomm
Atacante fez seu último jogo pelo São Paulo no domingo, entrando no decorrer da vitória sobre o Coritiba
Fernandinho sempre recebeu muitos elogios dos cinco técnicos que o comandaram no São Paulo antes da chegada de Ney Franco, mas foi frequentemente atrapalhado por contusões e, por isso, deixa o clube com 104 partidas e 17 gols um ano e meio antes do final de seu vínculo.

Em relação a outras saídas no elenco, dificilmente haverá uma definição sobre as propostas que devem ser feitas por Inter de Milão e Chelsea para levar Lucas antes do fim da participação brasileira nas Olimpíadas, assim como a conclusão da negociação de Bruno Uvini com a Lazio.

Já Piris está liberado pela diretoria desde a semana passada para acertar sua ida para o Sevilla. Seu empresário informa que a oficializações do negócio está por detalhes que devem ser resolvidos nos próximos dias, mas a Roma ainda pode levá-lo. Paulo Miranda, por sua vez, segue sendo oferecido por seu agente a clubes europeus.

Publicidade

Últimas Notícias

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade