Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Treinador e colegas aconselham Luis Fabiano a treinar mais pênaltis

São Paulo (SP)

Luis Fabiano decidiu por conta própria que não vai bater mais pênaltis tão cedo depois de ter errado, no domingo, a segunda cobrança em uma semana. Enquanto isso, deverá treinar mais o fundamento se seguir o conselho do técnico Ney Franco e dos companheiros de São Paulo.

"Ele não pode deixar de bater só porque errou duas vezes. Prefiro mais a linha de ir a campo treinar, corrigir e ficar autoconfiante para continuar batendo. É um jogador experiente, de 31 anos, de Copa do Mundo. Não é um pênalti que vai abalar a sequência dele", disse o treinador, após a derrota por 1 a 0 para o Flamengo.

"É um goleador nato, e todo artilheiro quer fazer gol. Ele perdeu pênalti no jogo passado (contra o Atlético-GO) e queria ter feito agora. Mas não tem que parar. Tem que treinar, continuar tentando, que uma hora a bola vai voltar a entrar. A gente conhece a qualidade dele", reforçou Lucas.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Atacante tricolor desperdiçou pênaltis contra Atlético-GO e Flamengo e avisou que não vai mais cobrar
O meia-atacante, a propósito, é um dos candidatos a assumir o posto de cobrador de pênaltis. A função pertence não oficialmente ao goleiro e capitão Rogério Ceni, entretanto agora terá dono estabelecido por Ney Franco já para a partida de quarta-feira, pelas oitavas de final da Copa Sul-americana, contra a LDU de Loja, no Morumbi.

"Vamos definir independentemente de quem estiver em campo. Aconteceu (o erro) duas vezes seguidas. Vamos conversar internamente", confirmou o treinador, ao defender a iniciativa do camisa 9 de ter se apresentado à cobrança após ter desperdiçado outra no meio de semana.

"Com o faro de artilheiro que tem, ele pegou a bola com muita confiança, foi lá e bateu. Não vamos criar drama por causa disso. Também não significa que perdemos o jogo porque ele perdeu o pênalti", concluiu Ney Franco.

O duelo de quarta-feira pode ir para os pênaltis se terminar empatado por 1 a 1, mesmo placar do jogo de ida, no Equador. Por ter acusado incômodo na coxa esquerda no Rio de Janeiro, Luis Fabiano pode ser vetado pelo departamento médico desta partida.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade