Atletismo/Bastidores - ( - Atualizado )

Com calendário 2013 "no forno", FPA pede estrelas mais presentes

Tossiro Neto São Paulo (SP)

A um mês do fim da temporada, a Federação Paulista de Atletismo (FPA) está prestes a divulgar o calendário de competições de 2013. Segundo o novo presidente, Mauro Roberto Chekin, que apresentou seu plano de trabalho na manhã desta terça-feira, um comitê de oito técnicos se formou para alinhavar a agenda.

É possível que o interior ganhe mais espaço. Ao menos essa tem sido uma preocupação recorrente do mandatário, que diz conhecer mais de 300 dos 645 municípios do Estado – até o ano passado, ele era secretário de esportes de São Caetano do Sul, cidade que acumulou seguidos títulos dos Jogos Abertos do Interior.

"Queríamos levar uma competição a Piracicaba já neste ano, mas não foi possível porque não tinha os equipamentos necessários", disse Chekin. "Daí surgiu a ideia de fazermos um circuito de várias cidades do interior. Em cada cidade, um tipo de competição. Posso não fazer lançamento de disco ou salto com vara lá, mas as corridas, porque a pista é boa, foi inaugurada há três ou quatro anos. E também podemos oferecer um material rotativo, levando-o a algumas cidades".

Para impulsionar essas provas longe da capital, a FPA conta com as principais estrelas do atletismo paulista, como Maurren Maggi (medalhista de ouro no salto triplo, nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008) e Fabiana Murer (campeã mundial no salto com vara, em Daegu 2011).

"Conversamos com elas e seus treinadores. Mostramos que, se não tiver doação da parte deles, não vamos conseguir fazer nada. As estrelas têm que estar junto da gente, para que possamos ter luz suficiente pra promover mais o atletismo. Eles se mostraram bastante acessíveis a isso", contou Chekin, consciente de que a falta de competitividade interna atrapalha.

"A Fabiana sabe que, mesmo se saltar no seu pior dia, ela vai ser campeã. A Maurren também. Para quem é de alto rendimento, não há motivação se não se sentir ameaçado. É até perigoso ir relaxado e ter contusão. Precisamos tentar melhorar o nível de competição, para que os jovens talentos possam se ombrear com as estrelas. Isso se faz através de centros de excelência, de trabalhos de aprimoramento técnico dos nossos treinadores", reconhece.

Em 2013, o foco de Murer e Maurren deverá ser a preparação para o Mundial de Moscou, em agosto. Sua participação em competições menores, portanto, poderia ser comprometida. Por outro lado, neste ano a atleta do salto com vara disputou os Jogos Abertos do Interior por São Caetano, já em sua fase de preparação para o torneio na Rússia.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade