Futebol/Mundial de Clubes - ( - Atualizado )

Sem titulares garantidos, Timão pode ter Sheik na reserva no Mundial

Edoardo Ghirotto, especial para a GE.Net São Paulo (SP)

A lesão sofrida pelo atacante Emerson fez com que o Corinthians adotasse uma nova programação para a reta final do Campeonato Brasileiro. Preocupado com o Mundial de Clubes da Fifa, em dezembro, o Timão passou a poupar jogadores em partidas do Nacional e escondeu a estratégia que será utilizada no Japão. A medida foi levada tão a sério que Tite fez questão de rechaçar qualquer possibilidade de o Sheik já ter lugar cativo na equipe que tentará o bicampeonato do torneio internacional.

O jogador apresentou um problema no joelho no empate por 1 a 1 com a Portuguesa, no Canindé. Na última semana, Emerson recebeu uma injeção no local e avançou para uma nova etapa no seu tratamento. Sem participar das movimentações com o restante do elenco, o atleta esteve treinando separadamente no CT Joaquim Grava, nesta terça-feira, e recebeu a notícia de que terá que batalhar muito para recuperar o posto deixado na reta final do Brasileirão.

“Eu não dou vaga de titular para ninguém. São os treinamentos fortes e o desempenho dentro de campo que garantem isso. Tudo pesa aqui no Corinthians. Tudo pesa a favor e contra o jogador. A verdade pesa. Pesa o fato de o jogador ter feito dois gols na final da Libertadores. Mas também pesa o fato de ele ter se machucado e o estágio que ele pode voltar a jogar bem”, discursou o treinador corintiano.

Além de dar o recado para Emerson, o técnico também fez questão de avisar que esta linha de pensamento será adotada para todos no grupo. “Isso serve como regra. Nós queremos ter o Emerson o mais rápido possível, mas com segurança e passando pelo físico. Assim como o Wallace e o Danilo que já trabalharam com bola e serão avaliados para a próxima partida.”

O possível retorno de Danilo e Wallace citado por Tite deve acontecer no jogo contra o Coritiba, neste sábado, no Pacaembu. Os dois jogadores treinaram com bola nesta terça-feira e poderão reforçar a equipe por alguns minutos no confronto. Com relação ao ataque, o comandante manteve a vaga de Emerson em aberto e não garantiu a manutenção do trio formado por Martínez, Romarinho e Jorge Henrique na última rodada do Brasileiro.

“Eu tenho até sexta-feira para fazer esta definição e ela sempre vai estar dentro daquilo que os atletas mostraram em campo. São vários pontos que eu preciso avaliar. O tempo que o Danilo pode ou não ficar no jogo. Se eu vou ter o Wallace e o Fábio (Santos) para compor a equipe. Eu não posso jogar isso para dentro do jogo. Eu tenho é que trabalhar até sábado para definir o que será melhor para nós”, finalizou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade