Futebol/Bastidores - ( )

Parreira muda de ideia e quer Neymar no Brasil até depois da Copa

São Paulo (SP)

Impressionado com a boa fase de Neymar defendendo a camisa do Santos, o técnico Carlos Alberto Parreira mudou de opinião a respeito da permanência do jogador no Brasil. Anteriormente, o comandante da Seleção Brasileira nas Copas do Mundo de 1994 e 2006 era partidário da saída do camisa 11 para o futebol europeu, mas exibiu um pensamento diferente nesta segunda-feira, quando ministrou palestra para dirigentes de clubes nacionais em São Paulo.

“O Neymar tinha que ter deixado o Brasil há dois anos, quando começou a despontar, para chegar na Copa do Mundo mais experiente, jogado, acostumado com o futebol europeu. Se não saiu até agora, não tem que sair mais. Tem que ficar até a Copa”, determinou Parreira, técnico da Seleção tetracampeã nos Estados Unidos, em 1994, e que pode assumir um cargo de coordenação na equipe que recebe o Mundial em 2014.

Parreira defendia a posição de que Neymar só poderia chegar na Copa do Mundo em alto nível se passasse pelo menos uma temporada fora do País. Ao notar a felicidade estampada no rosto do camisa 11 santista nas 14 partidas que realizou no Campeonato Brasileiro de 2012, o experiente treinador muda o pensamento e acaba discordando de Mano Menezes, defensor ferrenho da transferência de Neymar.

“Ele está crescendo, amadurecendo, à vontade, feliz. O povo brasileiro também está feliz, porque ele leva torcedores aos jogos e dentro de campo faz coisas diferentes. O Neymar é um dos melhores do mundo nesse momento, depois do Messi”, elogia Parreira, já adiantando sua postura pós-2014: “Depois da Copa é outra situação, aí deve sair pelo bem do futebol dele”.

Divulgação/Santos FC
Neymar disputou apenas 14 partidas das 34 do Santos no Campeonato Brasileiro e marcou 12 gols, na briga pela artilharia

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade