• EQUIPES
  • SEDES
  • CAMPEÕES
  • JOGOS
  • ELIMINATÓRIAS
  • FOTOS
  • BLOG

Futebol/Mundial de Clubes - ( )

Amado no Peru, Guerrero pode ser nomeado embaixador

Lima (Peru)

A conquista do Corinthians no Mundial foi encarada no Peru como um triunfo do país. De amigos próximos – como o antigo companheiro Farfán – ao presidente Ollanta Humala, houve todo tipo de manifestação de gratidão a Guerrero, herói do Timão no Japão.

De acordo com o ministro do Comércio Exterior, José Luis Silva, o governo estuda nomeá-lo “embaixador da Marca Peru”. “O Paolo Guerrero nos deu uma das maiores satisfações dos últimos tempos. Levaremos isso em consideração”, afirmou.

Já o presidente Humala disse que “o amor ao Peru se mostra de muitas maneiras”. Por isso, não foram poucos os que foram às lágrimas quando o centroavante alvinegro exibiu a bandeira do país no Estádio Internacional de Yokohama.

Reprodução
Jorge Luis Salinas ganhou a camisa e o agasalho usados por Guerrero no Estádio Internacional de Yokohama
“Ele é muito patriota, gosta muito do Peru”, disse a mãe do atacante, Petronila González, à Panamericana TV. “Ele se identifica demais com essa bandeira, ama tanto o seu país, dá tudo por ele”, concordou o pai, José Guerrero, chorando bastante.

Para poder exibir o símbolo do qual tanto se orgulha, o autor do gol que definiu o bi mundial do Corinthians deu a um compatriota presente em Yokohama a camisa usada na decisão. Jorge Luis Salinas vive no Japão há quase 20 anos e viajou de Tóquio diante da possibilidade de ver o ídolo de perto.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade