Futebol/Mundial de Clubes - ( - Atualizado )

Vendedor de faixas percorre 10km a pé para faturar com Timão

Marcelo Belpiede São Paulo (SP)

A conquista do Corinthians no Mundial de Clubes trouxe alegria a milhões de torcedores, mas também a oportunidade de alguns trabalhadores faturarem uma renda extra pouco antes da festa de fim de ano. Vendedor das faixas do bicampeonato do Alvinegro, Carlos Santos não esconde a satisfação por perder o domingo para ganhar um dinheiro importante.

“Eu já vendi umas 150 faixas. Comecei às 10 da manhã e estou até agora sem parar (o comerciante concedeu a entrevista por volta das 15 horas)”, disse.

No ritmo do “Bando de Loucos”, Carlos Santos gastou toda a energia possível. Com orgulho, o vendedor cita que enfrentou a pé um caminho de cerca de 10 quilômetros para encontrar o máximo de fregueses possíveis.

“Eu comecei a minha venda em frente à sede Gaviões da Fiel (na região do Bom Retiro) e vim parar aqui na Avenida Paulista para continuar ganhando meu dinheiro”, explicou ao descrever a aventura.

Marcelo Belpiede/Gazeta Press
Vendedor de faixas comemora lucros com título conquistado pelo Corinthians no Japão

As faixas comercializadas por Carlos Santos variavam de R$ 5 a R$ 10, dependendo da qualidade do produto. Diversos torcedores fizeram questão de guardar a lembrança referente ao título conquistado contra o Chelsea, da Inglaterra.

“Quero ficar aqui até vender umas 200 faixas. Aí, vou embora para casa. Já estou acostumado com esse tipo de trabalho, eu normalmente vendo bandeiras”, afirmou Carlos Santos.

A Avenida Paulista virou um grande centro do comércio ambulante com o título do Corinthians. Além de faixas, bebidas e até camisetas piratas estavam à disposição dos torcedores neste domingo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade