Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Zinho não aceita proposta de nova diretoria e deixa Flamengo

Rio de Janeiro (RJ)

A intenção da diretoria de Eduardo Bandeira de Mello de reduzir o salário de Zinho não agradou ao, agora, ex-diretor de futebol. Depois de pouco mais de seis meses à frente do departamento de futebol da Gávea, Zinho decidiu, nesta quinta-feira, não continuar para 2013.

Após a eleição da Chapa Azul, de Bandeira de Mello, que destronou Patrícia Amorim, o novo presidente havia garantido a permanência do ex-jogador. A negociação, porém, exigia que o dirigente aceitasse receber um salário menor, conforme o plano de saneamento financeiro que a nova diretoria pretende implementar no clube.

Paulo Pelaipe, contratado para ser diretor-executivo do Flamengo, deve acumular as funções que dividiria com Zinho. Uma coletiva de imprensa no Ninho do Urubu na manhã desta sexta-feira está marcada para que a saída do ex-diretor de futebol possa ser melhor esclarecida.

Na noite desta quinta, Bandeira de Mello e o restante da Chapa Azul tomarão posse no Flamengo. Zico, ídolo maior do clube, é apoiador da diretoria e terá função de consultor. Existe a possibilidade de que novidades sejam apresentadas na cerimônia.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade