Fórmula 1/Bastidores - ( - Atualizado )

Chefe da HRT fala sobre iminente fim da equipe: "Impossível seguir"

Madri (Espanha)

Colocada à venda mas sem encontrar compradores, a Hispania Racing Team (HRT) está muito próxima de deixar o grid da Fórmula 1 em 2013. O chefe da equipe espanhola, Luiz Pérez-Sala, já falou em tom de confirmação sobre o fim.

“Estava impossível seguir. Quando decidimos assumir o comando do time, recebemos a promessa de um auxílio que nunca chegou”, declarou em entrevista ao jornal espanhol Mundo Deportivo.

Há três temporadas na Fórmula 1, mas sem pontuar uma única vez, a equipe está sem dinheiro para pagar seus fornecedores e foi colocada à venda pelo grupo de investimento Thesan Capital.

A HRT tem dívida estimada em mais de 150 milhões de euros (cerca de R$ 405 milhões), a equipe foi acusada de calote pela Formtech, fabricante de composto de carbono. A dissolução da equipe ainda não foi confirmada, mas ela não conta na primeira lista oficial de inscritos da FIA.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade