Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

À espera de Renato Augusto, Timão volta a ter problemas na criação

Marcos Guedes São Paulo (SP)

Tite identificou a armação das jogadas como o principal problema do Corinthians contra a Ponte Preta. A dificuldade já havia sido observada na estreia da equipe no Estadual, contra o Paulista, motivo pelo qual o treinador aguarda Renato Augusto ansiosamente.

“Está difícil a criação, a transição do meio para o ataque. Se eu trabalho com o Romarinho na articulação, não tenho ninguém que faça o pivô na frente”, afirmou o treinador, que colocou o herói da Bombonera no ataque mesmo e teve uma resposta fraca dele.

Na derrota desta quarta-feira para a Ponte, o responsável pela armação foi o volante Guilherme. Ele deu bons passes, sua característica, mas falhou na tentativa de organizar uma equipe formada exclusivamente por reservas com pouco entrosamento.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Ainda sem saber se poderá usar Renato Augusto no final de semana, Tite sofre para resolver problema
A expectativa de Tite é começar a resolver a questão com a estreia de Renato Augusto. O meia de 24 anos está à frente dos outros meias do grupo – os campeões mundiais Douglas e Danilo – na preparação e tem chance de atuar no domingo, contra o Mirassol.

As condições físicas do atleta ainda não são ideais, mas ter apenas um ponto em seis disputados no Campeonato Paulista também não é. “Agora fica a responsabilidade da recuperação de pontos. Você pode apressar etapas, mas não pular”, concluiu o treinador.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade