Futebol/Futebol Internacional - ( - Atualizado )

Morre ídolo uruguaio eleito melhor goleiro da Copa do Mundo de 1970

Montevidéu (Uruguai)

Internado desde o último dia 24 de dezembro por conta de complicações respiratórias e problemas renais, o ex-goleiro Ladislao Mazurkiewicz morreu nesta quarta-feira, em Montevidéu, aos 67 anos. O ex-atleta uruguaio, titular da seleção de seu país em três edições da Copa do Mundo (1966, 1970 e 1974), atuou pelo Atlético-MG entre 1971 e 1974 e entrou para a história do futebol nacional ao protagonizar lance com Pelé, onde o atacante brasileiro executou um drible corporal e, posteriormente, chutou para fora.

Ao longo de sua carreira, que durou entre 1963 e 1981, Mazurkiewicz atuou, além do time mineiro, por Racing de Montevideo, Peñarol, América de Cali (Colômbia), Granada (Espanha) e Cobreloa (Chile). O auge do ex-goleiro ocorreu no clube aurinegro, onde foi tricampeão uruguaio (1967, 1968 e 1981), vencedor da Libertadores e do Mundial, ambos em 1966.

Mazurkiewicz também conquistou prêmios individuais em sua carreira, sendo o principal deles o de melhor goleiro da Copa do Mundo de 1970, no México, com o Uruguai sendo eliminado pela Seleção Brasileira na semifinal. Lev Yashin, histórico atleta da extinta União Soviética e do Dínamo Moscou, apontou o sul-americano como seu sucessor debaixo das traves.

O velório de Mazurkiewicz será realizado durante a tarde desta quarta-feira, no Uruguai. Já a cerimônia de enterro ocorre poucas horas depois, no Parque del Recuerdo.

AFP
Presente em três edições da Copa do Mundo, Ladislao Mazurkiewicz entrou para história do futebol mundial

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade