Futebol Internacional/Copa Africana de Nações - ( )

Togo empata e se classifica pela primeira vez às quartas de final

Rustenburgo (África do Sul)

Em jogo emocionante e com muitas polêmicas envolvendo a arbitragem, a seleção de Togo segurou o empate em 1 a 1 com a Tunísia e se classificou para as quartas de final da Copa Africana de Nações. Os togoleses abriram o placar no primeiro tempo, com Gakpé. Também na primeira etapa, a Tunísia empatou com Mouelhi, de pênalti. O jogador tunisiano desperdiçou nova cobrança de pênalti no segundo tempo, e perdeu a chance de classificar a Tunísia.

Ambas as seleções terminaram a primeira fase com quatro pontos, mas o melhor saldo de gols colocou Togo na próxima fase da competição, no segundo lugar do grupo D.

O jogo - Mesmo jogando pelo empate, a seleção de Togo tomou a iniciativa e criou as melhores chances no começo do jogo. Aos nove minutos do primeiro tempo, Ayité fez boa jogada pelo lado direito e tocou para Adebayor. O centroavante tentou encontrar o canto direito do goleiro adversário, mas a bola saiu, passando perto da trave esquerda.

AFP
Em jogo marcado por erros de arbitragem, Togo empatou com Tunísia e se classificou para a segunda fase
Poucos minutos depois, aos 13, a pressão de Togo se transformou em gol. Adebayor fez jogada pelo meio e, com um passe em profundidade, deixou Gakpé, em posição duvidosa, frente a frente com Ben Chrifia. O meia togolês só teve o trabalho de tocar na saída do goleiro tunisiano.

A partir dos 20 minutos, o time tunisiano passou a ter mais a posse da bola,e, após cobrança de escanteio pelo lado direito, o zagueiro Hichri, da Tunísia, foi empurrado por Nibombé dentro da área. O árbitro assinalou o pênalti, convertido por Mouelhi, que empatou a partida.

No segundo tempo, a seleção da Tunísia voltou disposta a conseguir a virada. Logo aos cinco minutos, após jogada pela esquerda, a bola sobrou dentro da área para Darragi, que foi derrubado por Bossou. O árbitro, no entanto, considerou o lance normal e não marcou o pênalti.

Aos 11 minutos, mais um lance polêmico, agora na área da Tunísia. Adebayor se enroscou com o zagueiro Hichri e caiu. O juiz mais uma vez não apitou.

Aos 30 minutos, o árbitro marcou um novo pênalti do zagueiro Nibombé, que empurrou o atacante tunisiano Mskani dentro da área. Na cobrança, Mouelhi bateu forte e acertou a trave, perdendo a chance de classificar a Tunísia para as quartas de final.

Costa do Marfim e Argélia ficam no empate

No outro jogo do grupo D, a já classificada Costa do Marfim e a já eliminada Argélia empataram em 2 a 2. Bony e Ya Konan marcaram para a Costa do Marfim. Feghouli e Soudani fizeram os gols da Argélia. Com o empate, a seleção marfinense terminou a primeira fase na liderança, com sete pontos. A equipe argelina somou o primeiro ponto na competição, e se despediu em último lugar.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade