Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Ganso e Cañete fazem gol, e São Paulo reserva bate Atlético Sorocaba

Tossiro Neto São Paulo (SP)

Paulo Henrique Ganso foi a grande figura do São Paulo reserva que enfrentou o Atlético Sorocaba na tarde deste sábado na capital paulista. Em busca de espaço entre os titulares, poupados para o compromisso de meio de semana pela Libertadores, o meia não chegou a ter uma atuação magistral, mas fez seu primeiro gol – de cabeça – com a camisa tricolor e, juntamente com o argentino Cañete, que também balançou a rede pela primeira vez, garantiu vitória por 2 a 1, diante de um pequeno público no Morumbi.

Contratado em setembro passado em uma negociação polêmica com o Santos e seus representantes, Ganso fez apenas seu oitavo jogo pelo clube, o terceiro nesta temporada. Depois de estrear na equipe principal, perdeu a posição para Jadson e foi para o banco. Dentre os motivos alegados pela comissão técnica, ele ainda se encontra em nível físico abaixo do ideal.

Neste sábado, procurou se comunicar e marcar mais do que o habitual, aspectos sobre os quais ele vem sendo cobrado. Na quarta-feira, o capitão Rogério Ceni o elogiou sem deixar de cobrar mais comprometimento e competitividade de sua parte. Apesar de o desempenho não ter sido ainda aquele esperado desde sua contratação, a maior da história do clube, ele já deu alguma resposta.

Enquanto a equipe interiorana permanece com só um ponto ganho em três partidas, o São Paulo, com os gols de Ganso e Cañete e a consequente vitória, soma agora seis pontos em duas rodadas no Campeonato Paulista – tem um jogo a menos do que a maioria em virtude de adiamento por causa de sua estreia na Libertadores.

Mais interessado justamente no torneio continental – faz jogo de volta da fase preliminar na quarta-feira, em La Paz, depois de ter goleado o Bolívar por 5 a 0 como mandante –, Ney Franco mandou a campo uma equipe repleta de suplentes nesta tarde, até por ter estreado na competição estadual com vitória sobre o Mirassol, no fim de semana passado.

O único titular do jogo foi Aloísio, que alternou bastante de posição, no meio da área ou pela ponta direita, com o rápido Ademilson ao longo da partida. Quem completou o trio ofensivo foi Cañete. Pela primeira vez titular, o argentino fez algumas boas jogadas. Aos 21 minutos do primeiro tempo, ele recebeu pelo lado direito da área, limpou um marcador e chutou colocado. Não fosse um tapa do goleiro Moretto, teria sido um golaço.

Moretto também fez boa defesa em chute de longa distância de Paulo Miranda, porém acabou vazado aos 30 minutos. Thiago Carleto ficou com sobra de falta cobrada por ele próprio, fez novo cruzamento para o meio da área e encontrou Ganso sozinho. O meia saltou, desviou de cabeça e anotou seu primeiro gol. Na comemoração, recebeu abraços de todos os companheiros de linha.

O último grande momento da primeira etapa foi uma chance perdida por Edson Silva. Bem acionado por Ganso na linha de fundo, Cañete atrasou para o zagueiro, que, de frente para o gol, chutou por cima do travessão.

No retorno do intervalo, o Atlético Sorocaba foi mais produtivo e, se não havia ameaçado a meta de Denis nenhuma vez até então, subiu com perigo ao ataque em pelo menos três oportunidades. Aos oito minutos, Da Silva invadiu a área sozinho, mas Carleto se recuperou a tempo de desarmá-lo. Seis minutos mais tarde, Tiago Marques ficou com rebote e, cara a cara com o goleiro são-paulino, isolou. Depois, Balotelli também perdeu grande chance.

Só que o ímpeto sorocabano não foi além disso. Com um ataque infértil, a equipe visitante não foi capaz de empatar com os reservas do São Paulo, que, por sua vez, ampliaram a vantagem. Aos 31 minutos, Cañete carregou sozinho e arriscou de fora da área, acertando o ângulo esquerdo e marcando um golaço. Assim como Ganso, o seu primeiro pelo clube.

A tarde vitoriosa – principalmente para os dois meias, até agora pouco aproveitados – só não foi perfeita para os tricolores porque, aos 38 minutos, Fábio Sanches subiu livre de cabeça, após cobrança de escanteio, e diminuiu a diferença, pondo números finais ao marcador.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade