Futebol/Campeonato Paulista - ( )

Rivaldo prega "vergonha na cara" para São Caetano sair da lanterna

São Caetano do Sul (SP)

Em nove jogos, uma vitória – conquistada na estreia -, dois empates e seis derrotas. Essa é a campanha do São Caetano, lanterna do Campeonato Paulista e equipe com a defesa mais vazada da competição: 22 gols sofridos. O time de Geninho tenta encontrar um caminho para sair da incômoda situação. O Oeste, primeiro time fora da zona de rebaixamento, tem oito pontos – três a mais que o Azulão.

A tentativa de formar uma equipe experiente, capitaneada pelo goleiro Fábio Costa e o pentacampeão Rivaldo, até agora não surtiu efeito. Para o jogador de 40 anos, está na hora de o time tomar “vergonha na cara” e reagir.

“Hoje (segunda-feira) às 15:30 treinamos. Temos que sair desta situação. O São Caetano não merece isso, todos nós jogadores temos que ter vergonha na cara”, disse Rivaldo em sua conta no Twitter.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Rivaldo, que estreou no empate contra o Corinthians, ainda não venceu nenhuma partida pelo São Caetano
Com dores nas costas, o meia não esteve em campo no último domingo, na derrota do Azulão para o Mirassol, no último sábado, por 3 a 0. O atacante Danielzinho não soube explicar o fraco desempenho da equipe.

“Nossa equipe entrou desligada nesse jogo e não sei explicar o que aconteceu. Criamos poucas oportunidades”, disse Danielzinho.

O jogador chegou a reclamar de um pênalti não marcado, que, segundo ele, entretanto, não foi decisivo para o resultado. “Sei que não foi por isso que perdemos o jogo. Agora é trabalhar muito para encarar o Botafogo ( no próximo sábado, às 18h30, no Anacleto Campanella)”.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade