Futebol/Seleção Brasileira - ( - Atualizado )

Para agradar a Felipão, Fabuloso põe limite de uma expulsão no ano

Luiz Ricardo Fini São Paulo (SP)

Começo de ano é uma época em que atacantes estabelecem metas de gols para a temporada inteira. Com o mês de fevereiro chegando ao fim, o são-paulino Luis Fabiano também revelou seu objetivo para 2013, mas não se trata de números de bolas nas redes. Conhecido pelo perfil explosivo, o jogador espera não ser expulso mais do que uma vez até dezembro.

“Este ano, tenho como objetivo receber, no máximo, um cartão vermelho. De repente, posso levar por ter de matar alguma jogada, mas dificilmente eu vou tomar por reclamação. Estamos perto da Copa das Confederações e não quero deixar de ir para a Seleção por indisciplina. Quero estar neste grupo e vou fazer de tudo para me manter calmo, tranquilo e bonzinho”, afirmou.

Expulso na primeira partida da decisão da Copa Sul-americana do ano passado, o jogador de 32 anos reconhece que já teve vontade de discutir com a arbitragem em 2013, mas está conseguindo se segurar, até por não ter convicção nos lances de impedimentos.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Luis Fabiano quer ir para a Copa das Confederações e, por isso, tenta se controlar em campo
“Na verdade, eu quero reclamar. Se tivesse certeza de que não estava impedido, eu falaria. Mas, lá dentro, não tem replay e estou com uma conduta de menos reclamação”, ponderou. A ideia do atacante é evitar também polêmicas fora de campo, como o caso de seu concorrente de Seleção Brasileira, Fred, que foi filmado beijando uma estudante no trânsito.

“Essas coisas são complicadas, você tem de tomar um certo cuidado porque uma pequena notícia vira uma grande e foge das proporções. Não param de falar sobre isso e você fica marcado pela coisa que fez”, ponderou.

Apesar de ciente do episódio envolvendo o jogador do Fluminense, Luis Fabiano garante que não fica comparando seu desempenho pelo São Paulo ao do concorrente de posição.

“Em campo, eu me preocupo mais comigo, penso que é importante fazer meu trabalho, independentemente de ele estar fazendo gol ou não. O importante é eu fazer para ser chamado junto com ele. Na Seleção, vamos disputar a posição, e o Felipão pode optar por quem achar melhor”, encerrou.

Luis Fabiano e Fred foram os dois centroavantes convocados na primeira partida deste retorno de Luiz Felipe Scolari ao comando da Seleção Brasileiro. Naquele amistoso contra a Inglaterra, o atacante do Fluminense deixou sua marca.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade