Tênis/Aberto do Brasil - ( - Atualizado )

Bellucci treina e minimiza possível revanche na 2ª rodada em SP

Bruno Ceccon São Paulo (SP)

Sob o comando do técnico Daniel Orsanic, Thomaz Bellucci treinou para sua estreia no Aberto do Brasil ao lado do russo Andrey Kuznetsov na tarde deste domingo. Eliminado por Filippo Volandri na semifinal de 2012, ele minimizou uma possível revanche com o italiano na segunda rodada do evento disputado no Ginásio do Ibirapuera.

“Antes, tenho que vencer o primeiro jogo para depois pensar na segunda rodada. O Volandri é um adversário muito perigoso, de altos e baixos. Às vezes, ele tem semanas muito boas e depois cai um pouco. No ano passado, jogou muito bem comigo e fez um bom campeonato”, disse Bellucci, cabeça de chave número 5.

O sorteio da chave principal do torneio, realizado no último sábado, colocou o brasileiro diante de um qualifier. Já Volandri encara o espanhol Daniel Gimeno-Traver na primeira rodada. Se vencerem, os semifinalistas de 2012 duelam logo na segunda rodada. Cauteloso, Bellucci evita fazer projeções.

“Eu sempre gosto de pensar jogo a jogo. Nem vejo contra quem vou jogar na rodada seguinte para não ficar ansioso. O mais importante é estar bem concentrado para a estreia e tentar ganhar. Com isso, vou adquirindo ritmo para fazer uma boa campanha”, declarou.

A última rodada do torneio qualificatório para o Aberto do Brasil será disputada nesta segunda-feira. Na véspera de conhecer o adversário da estreia, o experiente técnico argentino Daniel Orsanic lembra que o rival chegará embalado pelos triunfos anteriores.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Treinador argentino Daniel Orsanic orienta brasileiro Thomaz Bellucci para a sua estreia no Aberto do Brasil
“Qualquer jogador que passar pelo quali vem com bom ritmo depois de vencer três jogos consecutivos. Então, é sempre preciso ter muito cuidado contra adversários desse tipo. Depois de passar pelo primeiro jogo vai ser o momento de olhar o resto da chave”, afirmou.

Quadrifinalista em duplas da última edição do Aberto da Austrália, Bellucci jogará ao lado de João 'Feijão' Souza em São Paulo. Logo na primeira rodada, eles encaram o italiano Daniele Bracciali e o compatriota Marcelo Melo, principais favoritos.

“Estou cada vez mais confortável nas duplas e é legal jogar com o Feijão. Tive um bom resultado na Austrália e me sinto motivado”, disse Bellucci, que não gosta de enfrentar amigos, como Marcelo Melo. “É desagradável, mas dentro da quadra não podemos ficar pensando nisso para não amolecer”, disse.

Derrotado pelo espanhol Tommy Robredo na final da edição de 2009, sua primeira decisão de ATP, o brasileiro sonha brigar pelo título novamente dentro de casa. “É muito especial contar com a torcida. Tenho poucas chances de jogar no meu país e atuar aqui é uma motivação diferente”, declarou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade