Tênis/Bastidores - ( - Atualizado )

Nadal critica ‘pecador’ Armstrong e pede que exames sejam divulgados

Bruno Ceccon São Paulo (SP)

Heptacampeão de Roland Garros, o espanhol Rafael Nadal viu o norte-americano Lance Armstrong perdeu seus sete títulos da Volta da França por uso de substâncias proibidas. Além de criticar o ciclista, o astro do tênis se disse favorável ao rigor na fiscalização contra o doping e pediu que os exames sejam divulgados.

“Com a terrível notícia do Lance Armstrong, o esporte fica manchado, porque descobriu-se que o que em teoria era um ídolo fazia trapaças. Não vamos nos enganar. Mas fica especialmente manchado o ciclismo. Não é por alguns pecadores que podemos ser colocados todos no mesmo saco”, declarou.

Recuperado de um câncer no testículo, Armstrong ganhou sete títulos da Volta da França, um recorde. Em outubro de 2012, no entanto, ele perdeu todas as conquistas ao ser acusado pela Agência Antidoping dos Estados Unidos de fazer uso sistemático de substâncias proibidas, algo que o próprio ciclista admitiu em janeiro.

“Temos que trabalhar todos na mesma linha para limpar a imagem do esporte. O esporte deve ser um exemplo de educação e de valores para as crianças e para a sociedade. As trapaças não representam nada disso. Se precisar fazer um exame a cada semana, para mim não tem problema”, afirmou Nadal.

Além de se dizer favorável ao controle rigoroso para impedir que os atletas usem substâncias proibidas, Nadal sugere de maneira enfática que todos os exames feitos pelos competidores sejam publicados. Em 2012, ele usou sua conta no Twitter para divulgar que foi submetido a um teste.

Fernando Dantas/Gazeta Press
O tenista espanhol Rafael Nadal quer jogar luz sobre os exames antidoping feito pelos atletas durante a temporada
“Todos querem estar seguros de que seus adversários estão nas mesmas condições que você, seja em uma quadra de tênis, no atletismo ou no ciclismo. Para que isso aconteça, os controles pelos feitos pelos atletas têm que ser tornados públicos”, argumentou o espanhol.

Com a divulgação dos exames, o grau de confiança do público aumentaria, previu Nadal. “Hoje em dia, as pessoas não sabem quantos controles fazemos e se os fazemos ou não. Além de ser limpo, o esporte tem que parecer limpo. As pessoas deveriam saber por quantos exames de sangue e de urina passamos durante o ano”, declarou o espanhol.

Se criticou Lance Armstrong na manhã desta terça-feira, Rafael Nadal prestou solidariedade ao compatriota Alberto Contador no ano passado após ver o ciclista ser suspenso por doping. O médico Eufemiano Fuentes, envolvido em uma série de casos de uso de substâncias proibidas, é espanhol.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade