Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Após 170 dias, Valdivia mata saudade do gol e tem alegria "gigante"

Florianópolis (SC)

Após ficar quase quatro meses sem atuar por lesão muscular, Valdivia completou de forma efetiva a sua volta neste sábado, contra o Figueirense. Foi o seu terceiro jogo consecutivo, o primeiro completo desde 10 de março e, ao marcar o gol da vitória por 3 a 2 aos 42 minutos do segundo tempo, quebrou jejum de 170 dias sem balançar as redes.

“Eu estava com saudades de fazer gol, ainda mais o gol da vitória. Sinto uma felicidade gigante. Só quero agradecer, mais nada”, comentou o chileno, que tinha marcado gol pela última vez em 31 de janeiro, na vitória por 3 a 0 sobre o São Bernardo, pelo Paulista, e não atuava uma partida completa desde o 0 a 0 com o São Paulo, há 132 dias.

Com tantas alegrias individuais, além da euforia pela chegada à liderança da Série B do Brasileiro, o camisa 10 demorou a dar entrevistas na saída do gramado para atender aos pedidos de abraço dos seus próprios colegas.

Cristiano Andujar/Vipcomm
O chileno sofreu com pancadas, como sempre, e marcou o seu primeiro gol desde 31 de janeiro
“Sinto uma felicidade gigante por ter feito o gol da vitória. Merecíamos ganhar pelo que fizemos durante os 90 minutos. Por isso que hoje não tem mais nada para falar, só agradecer e parabenizar o time, que lutou e acreditou até o final”, comentou o meia, que mais uma vez teve seu nome gritado pela torcida.

Ao balançar as redes, aproveitando rebote em bola que Alan Kardec cabeceou na trave, o chileno correu para comemorar intensamente em direção aos cerca de 4 mil palmeirenses presentes no Orlando Scarpelli. “O que passou na minha cabeça no momento foi a alegria de ter feito o gol da vitória. Agora é compartilhar essa vitória no vestiário.”

E é assim que o Mago prossegue sua trajetória de se reerguer, pensando também em agradar a Jorge Sampaoli, técnico da seleção chilena que já acompanhou pessoalmente seus ainda poucos jogos na Série B. “É uma alegria poder voltar a jogar. É neste momento que se agradece a todas as pessoas que ficaram do seu lado. E agradeço à torcida, que apoiou até o final”, comentou o jogador mais caro do elenco.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade