Atletismo/Mundial de Moscou - ( - Atualizado )

Brasileiros cruzam linha de chegada da maratona de mãos dadas

Moscou (Rússia)

Solonei da Silva e Paulo Roberto de Paula protagonizaram neste sábado um dos momentos mais marcantes para o Brasil no Mundial de Atletismo de Moscou. Quinto e sexto colocados na maratona, os dois cruzaram a linha de chegada da prova de mãos dadas e arrancaram aplausos dos presentes no Estádio Olímpico.

“Fomos praticamente no mesmo ritmo. Quando vimos nos 35km que o bolo da frente distanciou, decidimos ignorar o tempo e correr para classificar. Na chegada eu só queria cruzar de mãos dadas. Tem muita gente no Brasil torcendo, não é fácil. Graças a Deus fizemos uma boa prova”, exaltou Claudinei ao canal Sportv.

“Missão dada é missão cumprida. Somos do exército, viemos da mesma região e treinamos juntos. Sempre nos demos bem e temos orgulho de defender a nossa pátria”, completa Solonei. Os dois cruzaram a linha de chegada em 2h11min40, melhor tempo de suas carreiras.

A medalha de ouro ficou com o ugandense Stephen Kiprotich, que completou a prova em 2h09min51. O atual campeão olímpico quebra sequência de três títulos seguidos de atletas do Quênia, que sequer teve representantes no pódio. Os etíopes Lelisa Desisa (2h10min12) e Tadese Tola (2h10min23) ficaram com a prata e o bronze.

AFP
Paulo Roberto e Solonei Silva mostraram espírito de equipe ao cruzarem linha de chegada de mãos dadas

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade