Atletismo/Bastidores - ( - Atualizado )

Julgamento de Pistorius é adiado até segunda-feira

Pretória (África do Sul)

Na terceira semana de julgamento de Oscar Pistorius, a juíza Thokozile Masipa aceitou o pedido do promotor Gerrie Nel e adiou as sessões até a próxima segunda-feira. Embora tenha adiado a próxima sessão, a intenção da promotoria é encerrar o caso já na próxima semana e adotou a medida para ter mais tempo para conversar com sua última testemunha.

Nesta quarta-feira, quem depôs foi o especialista Christian Mangena. Em seu depoimento, Mangena reafirmou que Pistorius estava sem as próteses quando atirou em sua namorada, a modelo Reeva Steenkamp, no início do ano passado, mas não soube afirmar com precisão a que distância os disparos teriam sido efetuados, embora acredite que eles tenham sido feitos cerca de 60 centímetros da porta do banheiro.

Mangena ainda foi contra ao depoimento do velocista e afirmou que existiu uma pequena pausa entre o primeiro e o segundo tiro, assim como descreveu um vizinho de Pistorius. Após a declaração, a defesa do atleta fez questionamentos e apontou a possibilidade de os tiros ter sido disparos em sequência rápida.

Segundo o perito, Steenkamp foi atingida no quadril pelas primeiras quatro balas. Depois, ela caiu para trás e sofreu outros dois tiros, um no braço e outro na cabeça, em sequência.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade