Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Boa estreia de Petros e ausência complicam Renato Augusto com Mano

São Paulo (SP)

O saldo da primeira rodada do Campeonato Brasileiro foi péssimo para Renato Augusto. Titular durante todo o mês de preparação do Corinthians, o meia teve um de seus recorrentes problemas físicos às vésperas da estreia e acabou sendo substituído pelo recém-chegado Petros, que fez boa partida.

Mano Menezes não fez muita questão de esconder sua irritação com a ausência do camisa 8. O treinador, que já havia falado sobre a necessidade de “todos os jogadores estarem à disposição na maior parte da temporada”, voltou a falar sobre o assunto após o empate por 0 a 0 com o Atlético-MG.

“Foi muito frustrante para a gente a semana. Havíamos preparado o time durante todo o período com a presença dele. Perder o jogador na última hora, além de frustrante, vira um problema. O Petros entrou para estrear. Poderia não ter estreado bem, tem toda a questão da adaptação. Felizmente, ele foi bem”, afirmou o gaúcho.

A boa partida do recém-chegado tornou altamente improvável o retorno de Renato Augusto no próximo final de semana. Mesmo que tenha condições de enfrentar o Flamengo, no domingo, o carioca de 26 anos começará a partida no banco de reservas do Pacaembu.

Divulgação/Agência Corinthians
Renato Augusto ainda não conseguiu jogar uma partida inteira na temporada (foto: Daniel Augusto Jr.  - 18/3/14)
“A equipe foi bem. Temos uma semana para definir, tomar a decisão em relação à formação que utilizaremos contra o Flamengo, mas acho que a coerência é permanecer a equipe que rendeu bem. Vamos respeitar isso e só fazer pequenos ajustes”, comentou Mano.

Confirmada a expectativa, Renato Augusto fechará abril sem uma única partida completa no ano. Por causa dos vários problemas físicos de 2013 – de uma grave lesão muscular na coxa a uma operação no joelho, passando por uma fratura no rosto –, ele fez uma pré-temporada diferente da dos companheiros.

O retorno aconteceu apenas nas rodadas derradeiras do Campeonato Paulista, quando Mano começou a integrá-lo a Jadson na armação. Foi assim em praticamente todos os treinos de lá para cá, até que, três dias antes da estreia no Brasileiro, o atleta reclamou de dores no joelho direito – o mesmo operado em setembro – e ficou fora.

Divulgação/Agência Corinthians
Petros agradou o chefe Mano Menezes por mostrar personalidade em sua estreia (foto: Rodrigo Coca)
A paciência do chefe foi testada e encurtada pela boa atuação de Petros, que chegou do Penapolense e não mostrou ter sentido o peso da camisa do Corinthians em sua primeira partida. O meio-campista terá o seu primeiro teste no Pacaembu no final de semana, quando tentará repetir o que fez contra o Atlético-MG.

“Falta um pouco de entrosamento. Acabei de chegar, não tem como estar acertado com o pessoal que está aqui, mas fiquei feliz com o meu desempenho. Tenho trabalhado forte e agradeço a oportunidade dada pelo professor. Ninguém esperava que eu pudesse começar jogando”, disse o jogador de 24 anos.

A primeira impressão deixada no comandante foi boa. “O Petros deu pelo lado esquerdo uma boa saída, tranquila. É um home de referência para o Fábio Santos fazer a passagem. Ele permitia a chegada do lateral no tempo certo. Gostei do que vi”, avisou Mano, que não viu Renato Augusto em campo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade