Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Neymar ainda sonha em jogar final, mas Runco garante ser impossível

Teresópolis (RJ)

Pouco mais de 24 horas após chegar à Baixada Santista e ser consultado por membros do departamento médico do Santos e profissionais particulares, surgiu a possibilidade de Neymar receber infiltrações para superar a fratura na região lombar e tentar reunir condições de disputar a final da Copa do Mundo, caso o Brasil se classifique. O jogador ainda sonha com a ideia, mas o médico da Seleção mantém seu diagnóstico inicial: é impossível.

“Não vamos criar ilusão em uma população que sabe que tem que passar da Alemanha e, depois, jogar a final e ser campeão. Não existe a menor possibilidade de o Neymar jogar a partida do dia 13. Insisto: não existe a menor possibilidade de o Neymar jogar na próxima terça-feira ou no domingo”, disse José Luis Runco à TV Globo.

A ideia de o camisa 10 tentar participar da decisão surgiu após a visita de Mauricio Zenaide e Rafael Martini, médico e fisioterapeuta do Santos, e de outros especialistas ao jogador em sua casa no Guarujá nesse sábado. A notícia foi considerada absurda pelos médicos da Seleção, que menos de uma hora após Neymar ter recebido a joelhada do colombiano Zúñiga já avisavam oficialmente que o craque da Seleção estava fora da Copa.

Runco interrompeu o Domingão do Faustão neste domingo para dar uma entrevista sobre o polêmico assunto. Quase que simultaneamente, o site oficial de Neymar divulgou comunicado no qual descartava desobecer o médico da Seleção para se aventurar em um tratamento paralelo. Porém, em nenhum momento do texto publicado, o estafe do jogador descartou a possibilidade de o astro conseguir jogar a final no Maracanã se o Brasil derrotar a Alemanha. Tudo dependeria da intensidade de sua dor.

Ricardo Stuckert/CBF
Após se afastar de Runco, Neymar soube que poderia receber infiltrações e não descarta jogar final se suportar dores
“Se Neymar Jr vier a ter condições clínicas de disputar uma partida de futebol profissional antes do tempo inicialmente previsto será em função da evolução positiva do seu quadro diante do tratamento possível que está sendo efetuado. Nenhum tratamento alternativo foi colocado em discussão. O retorno dele aos gramados depende da superação das fortes dores que sente”, ponderou a nota oficial, mostrando que o jogador continua nutrindo algum tipo de esperança.

O afastamento do atleta de Runco, porém, foi rápido e surpreendeu. Neymar viajou de Fortaleza para Teresópolis junto com a delegação da Seleção e, na madrugada de sexta-feira para sábado, foi informado que ele ficaria na Granja Comary até o fim do Mundial. Já pela manhã, porém, a notícia era de que ele faria repouso com sua família e já no início da tarde um helicóptero pousou no gramado do Centro de Treinamento da CBF, trazendo seu pai para levá-lo ao Guarujá.

Neste domingo, para tentar abafar a polêmica, a família ainda destacou no comunicado “que o único profissional autorizado a se manifestar sobre o estado, tratamento e recuperação do Neymar Jr tanto pela CBF como pela sua família é o Dr. José Luis Runco”. E o médico considerou falta de ética cogitar infiltrações, passíveis de serem consideradas doping, lembrando que ex-atletas sofrem até hoje por conta do que chama de “metodologia antiga”.

“Em momento algum existe a opção de qualquer tratamento alternativo. O Neymar tem uma lesão estável na coluna e precisa de um período de cicatrização e consolidação óssea. Se acontecer outro trauma, e jogador de futebol vive em cima de impacto, pode comprometer seriamente a saúde do jogador e ser humano Neymar. Sem dúvida nenhuma, pode comprometer o seu futuro”, alertou Runco.

Confira a íntegra do comunicado de Neymar:

“Esclarecemos que a visita dos médicos do Santos FC, realizada ontem (06/07) foi uma visita de cordialidade. O clube santista colocou sua estrutura à disposição do Neymar Jr para seu tratamento e recuperação após o término da Copa do Mundo.

A notícia não procede em razão de Neymar Jr estar sob cuidados do Chefe do Departamento Médico da CBF, José Luis Runco, até o término da Copa tendo sido ele o avalista da liberação do atleta para continuar o tratamento (repouso absoluto) em casa, junto a família. O acompanhamento diário do tratamento está sendo feito pelo fisioterapeuta particular do atleta.

Qualquer informação diferente desta é pura especulação.

Concluímos reafirmando que o único profissional autorizado a se manifestar sobre o estado, tratamento e recuperação do Neymar Jr tanto pela CBF como pela sua família é o Dr. José Luis Runco.

Se Neymar Jr vier a ter condições clínicas de disputar uma partida de futebol profissional antes do tempo inicialmente previsto será em função da evolução positiva do seu quadro diante do tratamento possível que está sendo efetuado. Nenhum tratamento alternativo foi colocado em discussão. O retorno dele aos gramados depende da superação das fortes dores que sente.”