Atletismo/Desafio Mano a Mano - ( - Atualizado )

Focado em recorde nos 200m, Bolt considera parar apenas em 2017

Rio de Janeiro (RJ)

O velocista jamaicano Usain Bolt, recordista mundial dos 100m rasos e vencedor de seis medalhas de ouro olímpicas, está no Brasil para a segunda edição do desafia Mano a Mano, que acontece em arena montada na praia do Leme, no Rio de Janeiro, ndeste domingo. O atleta falou sobre a expectativa para a prova.

“Essa é a minha primeira competição individual no ano, vou correr o máximo que puder. O público pode esperar sempre o melhor de mim, vou sempre tentar ser o mais rápido possível na pista”, declarou.

Antes determinado a parar após os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, Bolt revelou que já considera prolongar a carreira por mais um ano.

AFP
Usai Bolt é a principal atração do Desafio Mano a Mano, que acontece na praia do Leme, neste domingo. (Foto: Yasuyoshi Chiba).
“Acho que talvez possa prosseguir mais um ano depois de 2016... Os patrocinadores pediram ficar até 2017. Virei paro o Rio, e aqui poderei levar minha performance a um nível mais alto. Depois certamente vou querer trabalhar na área do futebol. Mas certamente não quero ser treinador, não quero passar pelo que vejo meu técnico passar. Quero ser preguiçoso, aproveitar a vida”, declarou.

Apesar de estar focado na prova dos 200m, em que está disposto a ser o novo recordista mundial, Usain Bolt não se esquece da prova mais nobre do atletismo.

“Estou focado em quebrar o recorde dos 200m nesta temporada, que é o meu evento favorito. Espero que possa passar a dar mais atenção aos 200m em busca deste objetivo, mas sempre vou correr os 100m”, declarou.